Braide destina R$ 400 mil para a Rede SARAH de São Luís

O deputado federal Eduardo Braide oficializou, nesta terça-feira (10), a entrega de emenda parlamentar de sua autoria, no valor de R$ 400 mil, à Rede SARAH de Hospitais e Reabilitação de São Luís.

“A Rede SARAH realiza um trabalho de excelência, atendendo milhares de pessoas que encontram na unidade um atendimento sempre humano, voltado para uma reabilitação cada vez mais completa”, afirmou o deputado.

A emenda parlamentar destinada por Braide vai ser utilizada para a compra de uma torre cirúrgica, composta por um conjunto de equipamentos utilizados para visualização de órgãos ou cavidades corporais com uso de uma câmera de vídeo acoplada a um sistema ótico.

“Esse equipamento, sem dúvidas, vai contribuir para a manutenção da excelência dos serviços da Rede SARAH, o que me deixa muito feliz em ajudar milhares de pessoas que buscam o atendimento do hospital todos os dias”, acrescentou Braide.

A Rede SARAH é referência no tratamento de reabilitação no Brasil. Está presente em 7 capitais brasileiras. Em São Luís, a unidade possui ainda um centro comunitário aberto à integração entre os pacientes e a população.

Eleições 2020: PSC fecha com Eduardo Braide

O deputado federal e pré-candidato a prefeito de São Luís recebeu nesta segunda-feira (02), a adesão do PSC, partido comandado pelo deputado Aluísio Mendes. Com o anúncio, Braide passa a ter quatro partidos em sua pré-campanha, sendo dois ligados ao grupo Sarney.

Participaram do encontro que oficializou a adesão do PSC, o presidente estadual Aluísio Mendes, o presidente municipal vereador Dr. Gutemberg, a presidente do PSC Mulher, dra. Bruna Feitosa e pré-candidatos do partido.

Braide agradeceu a confiança depositada pelo deputado Aluísio Mendes. “Recebi hoje, com muita alegria, o apoio do PSC à nossa pré-candidatura a prefeito de São Luís. Agradeço a confiança do presidente estadual, deputado Aluísio Mendes, do presidente municipal, vereador Dr. Gutemberg, e dos pré-candidatos do partido. O nosso time se fortalece a cada dia. Bem-vindo, PSC! Vamos em frente”, destacou Braide.

Aluísio destacou a importância de Braide para São Luís. “O nosso partido vai caminhar com ele, por acreditar em suas ideias e confiar em seus projetos. A nossa cidade precisa de alguém com essa força de trabalho”, afirmou.

A advogada Bruna Feitosa, que preside do PSC Mulher, falou da importância da participação das mulheres na eleição deste ano. “Eu acredito no fortalecimento das candidaturas femininas, por acreditar no poder transformador que mulheres comprometidas com pautas de equidade de gênero podem contribuir com a sociedade maranhense. Na eleição deste ano, mais do que votar, queremos ser votadas e ser eleitas.” Disse a advogada, que também disputará uma vaga no Legislativo ludovicense.

Deputado que criticou presença da população humilde na Península junta-se a Eduardo Braide para disputar a prefeitura de São Luís

Edilázio estava acompanhado do vereador Cezar Bombeiro

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD), genro da desembargadora Nelma Sarney e que ficou conhecido no ano passado após vídeo polêmico no qual crítica a presença da população humilde no bairro da Península, na capital, em uma eventual construção de um cais flutuante no bairro considerado um dos metros quadrados mais caros de São Luís, aderiu nesta segunda-feira (17), ao projeto de pré-campanha do deputado Eduardo Braide para prefeito da capital.

O anunciou foi comemorado pelo próprio pré-candidato, que agora, além dos dois partidos que comanda, passa a ter o terceiro partido em sua corrida eleitoral. “A nossa pré-candidatura está cada vez mais forte! Agora já somos três partidos nessa caminhada: PODEMOS, PMN e PSD. É com diálogo que vamos avançar cada vez mais”. Disse Braide.

No entanto, se depender de Edilázio, esse diálogo, pelo menos com a classe pobre de São Luís poderá acontecer desde que não seja na Península.

Na época da polêmica, o genro de Nelma Sarney disparou para outros moradores ricos. ““Eu como morador da Península não queria conviver com essa situação que vocês vão passar a ter aqui”, disse, ao usar o exemplo da babá de um de seus filhos que é de São Bento e que iria ter que ir para a Península para atravessar para a Baixada.

No vídeo, o deputado concluiu se mostrando contrário a presença de carrinhos lotação e mototaxistas em seu bairro. “E o que que vai vir pra cá? Vai vir os carrinhos, vai vir mototáxi”, disse ele aos moradores.

 

Yglésio escatita Braide e diz que Uber, 99 e outras empresas de App vão ajudar na redução das passagens de ônibus

O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luís, Dr. Yglésio (Pros), subiu o tom e escatitou com o deputado Eduardo Braide (Podemos), após bravata sobre o aumento da tarifa de ônibus do transporte público da capital, anunciado pela prefeitura neste sábado (15) e que passa a valer a partir das 00hs deste domingo.

Nas redes sociais, Braide disse que já havia alertado em 2016 que aconteceria um reajuste e prevendo vitória, disse que ano que vem a história vai mudar.

Foi o bastante para “o doutor”, como está sendo chamado Yglésio, dar uma verdadeira aula de gestão para Braide e, diferente de outros pré-candidatos, apontar soluções reais para a redução da tarifa.

Classificando o deputado federal como Mãe Diná, Yglésio explicou que o aumento aconteceu porque estava previsto em contrato, e tentar vender solução sem explicação não passa de bravata de Braide, desenhou Yglésio.

Em post no instagram, Yglésio apontou como pretende reduzir as tarifas de ônibus na capital.

Para o médico, a primeira medida será otimizar o fluxo de ônibus dentro dos bairros e dos terminais de integração, garantindo assim uma redução no consumo de combustível dos ônibus.

Yglésio afirmou que o segundo ponto será garantir excelência no asfalto principalmente nos trajetos dos ônibus, o que também resultará em redução na manutenção da frota, o que deve ser repassado ao usuário do sistema de transporte público.

O deputado estadual concluiu afirmando que discutirá subsídios para as empresas que prestarem serviços de excelência no transporte público, mediante critérios como a qualidade dos ônibus, veículos com ar-condicionado, cumprimento dos horários nas paradas e que o dinheiro deve vir do fundo municipal do transporte, que deverá ser financiado pelas empresas de aplicativos de transporte, como a Uber, 99 e outras, que geram cerca de R$ 1 milhão mensalmente em ISS para outros estados e que que na visão dele deve ficar aqui.

No primeiro “embate virtual”, Yglésio mostrou que veio para subir o nível do debate eleitoral…

Eduardo Braide “bagunça” com Duarte Júnior

O deputado federal Eduardo Braide (Podemos) tirou onda com o deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB), nesta terça-feira (28), durante entrevista aos jornalistas Linhares Júnior e Gilberto Leda.

Sem citar o nome do comunista,  Braide saçaricou com a fama de copiador que Duarte conquistou ao longo do seu primeiro ano como deputado estadual, quando foi acusado de copiar projetos de colegas deputados, vereadores, do governador, ideias de pré-candidatos e até postagem no twitter.

“Eu quero só um compromisso de vocês. Eu vou citar as três propostas, mas a gente sabe que tem adversário por aí que gosta de copiar. Então, se copiarem as minhas propostas, vocês vão ter o compromisso de dizer que essas propostas foram copiadas e dizer que essas propostas foram minhas”. Disse Braide.

Essa foi a primeira vez que Braide tirou sarro do seu adversário, que além da fama de xeroxman, tem enfrentado dificuldades dentro do seu próprio partido, motivo pelo qual deve aterrissar nos próximos dias no Republicanos10, partido por onde disputará a prefeitura de São Luís.

 

 

Neto Evangelista relembra péssima gestão de Eduardo Braide na CAEMA

O pré-candidato a prefeito de São Luís, deputado estadual Neto Evangelista (DEM), durante entrevista ao jornalista John Cutrim e ao radialista Robson Júnior do programa Resenha, transmitido pela TV Difusora neste sábado (25), mostrou o tom que dará aos debates daqui para a frente.

Além de falar sobre temas importantes como infraestrutura, geração de emprego, educação, acessibilidade e ótimas ideias para o futuro de São Luís, Neto mirou seu principal adversário da corrida pela prefeitura da capital, o deputado federal Eduardo Braide (Podemos).

Ao citar Braide, o democrata relembrou a única experiência do deputado federal como gestor, durante o tempo em que realizou uma péssima administração à frente da CAEMA, entre os anos de 2005 e 2006, no final da gestão do ex-governador José Reinaldo.

“O Eduardo Braide tem sua experiência administrativa, foi presidente da Caema, infelizmente não é uma agencia que tenha boas lembranças pela população de São Luís. Aliás, eu desafio qualquer cidadão de São Luís a dizer que em algum momento esteve feliz com a gestão da Caema. Essa é a experiência de gestão do Eduardo Braide, na Caema, e eu não me recordo como uma boa experiência administrativa.” Relembrou Neto Evangelista.

No período em que Braide comandou a Caema, as praias de São Luís permaneceram impróprias para o banho, diminuindo o número de turistas e clientes nos bares e restaurantes das praias, o que gerou muito prejuízo na época. O órgão também foi alvo de diversas denúncias, investigações e muita reclamação da população da capital.

Foi durante a gestão de Eduardo Braide que o valor da taxa para imóveis sem medidor de consumo saltou de R$ 40 para  R$ 120 reais, conforme denúncia de um consumidor na época.

Eduardo Braide, inclusive, tenta evitar falar sobre esse período que é considerado seu ponto negativo na corrida eleitoral. A seu favor, apenas o tempo, já que há 14 anos atrás, as redes sociais não eram tão fortes como atualmente.

Já Neto Evangelista, traz consigo a experiência de 3 anos e meio como gestor da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social onde criou o programa piloto de geração de emprego e renda, o Mais renda, que beneficiou cerca de 2 mil maranhenses e mostrou sua capacidade de ampliar serviços sociais, como o Restaurante Popular que saltou de 5 unidades para 26, alimentando 30 mil maranhenses diariamente.

Roberto Rocha confirma que pode enterrar candidatura de Wellington do Curso pelo PSDB

Em nota emitida pelo senador Roberto Rocha (PSDB), nesta terça-feira (21), para justificar a sua aproximação com o projeto de Eduardo Braide (Podemos), o presidente estadual do PSDB  acabou confirmando que poderá enterrar a candidatura de Wellington do Curso pelo PSDB.

A tentativa de jogar panos quentes na crise aberta após uma declaração sua ao jornal O Estado, piorou, e o presidente do PSDB acabou confirmando com suas próprias palavras que poderá sim, juntar-se a Braide para evitar um eventual segundo turno.

Na nota, Roberto Rocha diz que seu partido e o de Braide estão no mesmo “campo” político e conclui a nota classificando como “pistoleiros digitais” os jornalistas que trataram da pauta envolvendo o seu nome.

Depois dessa, Wellington do Curso só fica no partido de Roberto Rocha se realmente estiver disponível para no máximo, pasmem, ser candidato a vereador, já que a vice deve ser preenchida pelo filho do senador.

Confira a nota

Edson Jr. poderá ser o candidato de Eduardo Braide em São José de Ribamar

Os dois advogados tiveram o primeiro encontro público neste domingo (19), durante ato de filiação de lideranças da região limítrofe de São Luís, no PMN, partido que continuará nas mãos de Eduardo Braide (Podemos).

Segundo informações obtidas com exclusividade pelo blog Maramais, a saída de Edson Jr. do MDB estaria sendo  antecipada pela tentativa do deputado federal Hildo Rocha (MDB), em assumir o controle do partido e declarar apoio ao prefeito Eudes Sampaio (PTB), que deve disputar a reeleição em outubro.

Em contrapartida, a ida do advogado Ribamarense já estaria certa para o Podemos, e a entrada de Braide na campanha de Edson poderia dar novo rumo na disputa eleitoral pela prefeitura do terceiro maior município do Estado.

Com mais de 12 mil votos no município na eleição de 2018, Braide vem acertando detalhes com Edson Jr. desde outubro do ano passado, como já havíamos anunciado.

Roseana tira votos de Braide e joga eleição para o segundo turno, aponta pesquisa

O Instituto Data M divulgou os números da pesquisa eleitoral realizada em São Luís, com cenário onde a ex-governadora Roseana Sarney é incluída como possível candidata e revelou que com a “branca” na disputa, Eduardo Braide, apesar de continuar liderando a corrida, é o que mais perde votos e vê seu sonho de vencer no primeiro turno praticamente enterrado.

De acordo com os números, Braide teria 40,4% das intenções de votos.

Já o seu adversário para o segundo turno, permanece uma incógnita já que as principais peças do tabuleiro ainda não foram decididas e com a definição dos candidatos, a base governista deverá ser beneficiada e pode chegar facilmente na segunda posição.

Mas por enquanto, quem aparece em segundo é Roseana com 11,4% das intenções de votos.

Em terceiro aparece o deputado estadual Duarte Júnior com 9,6% das intenções de votos, mas ainda não tem nenhuma certeza de que terá partido para disputar o pleito.

Em quarto lugar aparece o tucano Wellington do Curso com 7,4% das intenções de votos, outro que também não tem nenhuma garantia de que terá o partido para disputa já que o senador Roberto Rocha (PSDB), que preside o partido no Estado, tem flertado com Eduardo Braide na tentativa de emplacar o filho, o ex-vereador Roberto Rocha Jr. como vice.

Em quinto lugar está o Democrata Neto Evangelista com 7,1% e que tem se movimentado nos bastidores para receber a adesão de outros pré-candidatos, em  eventuais desistências de pré-candidatos da base do Governo.

O ex-prefeito Tadeu Palácio aparece em sexto, com 5,5% seguido por Bira do Pindaré com 3,3%.

O presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT) aparece na oitava posição com 2,1%, seguido de Jeisael Marx com 2%.

Os outros pré-candidatos que pontuaram foram Dr. Yglésio com 1,4%; Rubens Jr. com 0,7% e o ex-juiza Madeira com 0,2%.

Nulo somam 4,9% e não souberam ou não quiseram responder 3,8%

A pesquisa foi realizada nos dias 17 e 18 de dezembro, ouviu 938 entrevistados e tem margem de erro de 3,4% para cima ou para baixo.

“Esmagados” por Flávio Dino marcam presença em ato de Eduardo Braide

A presença de dois ex-candidatos derrotados na eleição de 2018, pelo grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), chamou atenção na última sexta-feira (29), durante ato de filiação do deputado federal Eduardo Braide ao Podemos.

Estavam por lá, os tucanos Zé Reinaldo Tavares e Roberto Rocha, que foram praticamente esmagados nas urnas, quando saíram humilhados, em sexto lugar com pouco mais de 3% na disputa pelo Senado, e em quarto lugar, com pouco mais de 2% na disputa pelo Governo, respectivamente.

Agora, os dois tentam voltar ao Poder, pelo Podemos, na onda de Braide, que em todas as pesquisas aparece em primeiro lugar na disputa pela prefeitura da capital, que pode ser um trampolim para o Governo do Estado, em 2022,

Para isso, o PSDB  terá que rifar o pré-candidato a prefeito Wellington do Curso (PSDB), que aparece em segundo lugar, de acordo com as últimas pesquisas, e que segue reafirmando que será candidato.

Nos bastidores, é cada vez mais forte a informação de que Roberto Rocha estaria forçando um namoro entre o PSDB e o Podemos, para emplacar o filho Rocha Júnior como vice, na chapa de Braide.

No sábado (30), a convite de Rocha, Braide esteve no evento do PSDB, o que reforçou ainda mais os rumores de traição a Wellington.