Doador de campanha de Fábio Gentil tentou superfaturar respiradores no pico de mortes na Pandemia

Um dos principais doadores da campanha que garantiu a reeleição do prefeito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos), agiu para faturar alto com a pandemia causada pelo Covid-19. Trata-se do empresário Ermando Vieira de Moura Neto, proprietário da empresa Intermed Serviços Médicos Eirelli.

De acordo com dados do TSE, o empresário realizou doação de R$ 30 mil reais para Gentil.

Documentos obtidos com exclusividade pelo blog, revelam que o empresário tentou realizar a compra de cinco respiradores no auge da pandemia. Cada equipamento sairia pelo valor de R$ 39 mil reais, totalizando R$ 195 mil reais.

Ainda de acordo com o documento, a empresa venderia para o município de Coelho Neto, que tinha em seu comando o ex-prefeito Américo de Sousa (PT), os cinco equipamentos pelo valor de R$ 539 mil reais, um superfaturamento de mais de 230%.

Outro  documento justifica porque a empresa do aliado de Fábio Gentil teve um crescimento de mais de 7500% no faturamento após a pandemia causada pelo Covid-19. De acordo com documentos da própria empresa, o faturamento do mês de janeiro, antes da pandemia, foi de apenas R$ 2.900,00.

No mês de dezembro do ano passado, a empresa faturou R$ 219 mil reais o que representa um crescimento de aproximadamente 7500%.

Foi com doações de empresários como este, que Fábio Gentil conseguiu vencer as eleições em Caxias.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *