Carlos Brandão vence a primeira, e PRE manda arquivar ação que questiona sua elegibilidade.

O primeiro capítulo da longa novela que deve se estender durante a eleição e após os resultados de outubro, teve seu primeiro vencedor neste sábado. O Procurador  Regional Eleitoral Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco arquivou a representação do MDB que pedia a impugnação do registro de candidatura do vice-governador.

O argumento usado pelo partido da candidata Roseana Sarney (MDB) é de que Brandão teria se tornado inelegível após assumir o comando do Governo do Estado em período vedado pela justiça eleitoral.

Já para o Procurador, Brandão continua elegível pois não teria cometido nenhuma irregularidade, “mas tão somente exerceu provisoriamente a função de governador em face das atribuições próprias do cargo que ocupava, o de vice-governador”.

Além do pedido do MDB, o deputado estadual Edilázio Júnior (PSD), que concorre a uma vaga na Câmara Federal também ingressou com pedido sustentando a mesma tese do partido da ex-governadora Roseana.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *