Cargo para esposa é prêmio de consolação para Duarte Júnior

O anúncio de que a esposa de Duarte Júnior (Republicanos) voltará a gerir o Procon (veja aqui), apesar de parecer uma vitória para o ex-candidato a prefeito de São Luís derrotado em 2020, é na verdade um prêmio de consolação e virou chacota nos bastidores da política estadual.

Logo após as eleições, ao retornar para a Assembleia Legislativa, Duarte viu sua permanência no parlamento cada vez mais indigesta, já que travou conflitos com boa parte dos colegas parlamentares.

Tentando uma saída pela porta da frente, Duarte teria insistido com o Governador do Estado para que lhe premiasse com algo grande.

A primeira tentativa plantada na imprensa e desmentida nos dias seguintes, foi de que assumiria o Detran.

Logo em seguida, a secretaria mirada teria sido a Sedes, pasta que já foi comandada pelo deputado Neto Evangelista. A investida também terminou em fracasso. (Relembre aqui e aqui)

Vendo suas tentativas cada vez mais difíceis, o imberbe deputado teria investido para assumir a Agem, o que também não prosperou.

Para não sair de pires vazio, como se diz na política, Duarte teria recebido o Procon, uma espécie de prêmio de consolação.

Como em 2018, indicou a esposa para o cargo, assim, manterá o controle agora mais apertado, já que dividem o mesmo teto.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *