Exclusivo! Sem moral e com popularidade em queda, Luís Fernando se oferece pro Democratas.

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), que já foi aliado de primeira hora do grupo Sarney, quando batizou o governador Flávio Dino (PCdoB) de “turma do gogó”, e agora, resume seu mandato à bater palmas pros comunistas, anda sem muito crédito na classe política.

De saída do PSDB, onde não é mais visto como persona grata, e com a popularidade em queda no município, após uma série de ações reprovadas pela população ribamarense e episódios onde chegou a bater boca com moradores, agora Luís Fernando anda se oferecendo para partidos aliados do governo.

O editor do blog recebeu de fonte segura, na noite desta quinta-feira, 11, a informação de que Luís Fernando quer, a todo custo, ser recebido no DEM. Segundo ele, é uma questão ideológica. (risos incontroláveis).

Nos bastidores, a informação é outra. Visto com desconfiança na classe política, sua ida para o Democratas, seria uma forma de demonstrar a José Reinaldo, que está disposto a apoiá-lo rumo ao Senado, e provar que a fama de traidor não se repetirá. ( Luís Fernando, que foi aliado do Grupo Sarney durante décadas, resume seus discursos a atacar seus ex-aliados.)

Entre os políticos aliados e adversários, Luís Fernando é visto como político que não cumpre palavra e que não faz campanha para ninguém, a não ser pra ele mesmo.

Desde que iniciou sua carreira política em 2004, quando foi eleito pelo PFL, com apoio de Roseana Sarney, o prefeito de São José de Ribamar, já pulou para o PMDB, PSDB e agora, implora por uma legenda que o receba.

Brandão (PRB), garante que levará todos os aliados do PSDB para o partido. Já Luís Fernando, quer criar asas próprias, e conta com o DEM para seu próximo passo.

No seu histórico, traz a fama de atacar ex-aliados, Foi assim em 2004, quando só foi eleito graças ao apoio do ex-prefeito Jota Câmara, e logo em seguida o traiu. O mesmo se repetiu com os aliados seguintes, o ex-vice Ribamar Dourado, o ex-prefeito Gil Cutrim e a ex-governadora Roseana Sarney, todos ex-aliados que passaram a ser atacados por Luís Fernando.

Diferentemente da forma pequenez como Luís Fernando se comporta, atacando ex-aliados, ou batizando adversários com apelidos, como foi o caso da “Turma do Gogó” e do “Zé Cornélio”, nenhum deles passam troco para o agora, pequeno e perdido ex-pré-candidato ao governo do estado.

Em vídeo, Roseana dá sinais de como vem pra disputa eleitoral.

O vídeo do PMDB que passou a ser divulgado no horário reservado aos partidos políticos, deu um breve sinal de como a ex-governadora Roseana Sarney vem pra cima do seu adversário, o atual governador Flávio Dino (PCdoB).

A peça publicitária começa afirmando que a marca do trabalho da ex-gestora não se apaga da memória do povo, uma espécie de indireta  à alguma obras de péssima qualidade. “Estradas, indústrias, escolas e asfalto pra valer.” Diz o inicio do vídeo.

Em seguida, a propaganda toca em um dos pontos fortes da ex-governadora, a cultura. “As manifestações culturais lotavam hotéis, taxis e restaurantes.”

Na metade do vídeo, o publicitário dá uma beliscada nos comunistas, que são acusados de plagiar o slogan de Roseana e apenas inaugurar obras feitas por ela. “Governar é cuidar das pessoas, a gente já dizia isso. Até a rede de hospitais já estava pronta.”

Por fim, com imagens da ex-governadora, o vídeo termina criticando o aumento de impostos e a perseguição aos adversários. “Quer saber, nada de mais impostos, muito menos perseguição.”

Para quem tinha dúvida, o vídeo deixa claro que Roseana será candidata, e virá com força total.