Sob o comando de Thiago Diaz, OAB/MA segue desprestigiada

Desde o dia 01 de março, quando a OAB/MA tornou público que não foi convidada para participar da reunião que resultou em medidas mais restritivas para evitar o crescimento de novos casos da Covid19 no Estado, advogados têm reclamado da falta de prestígio da instituição em decisões importantes.

Na reunião, promovida pelo Governador do Estado e que contou com a participação de Secretários de Estado, prefeitos dos municípios da Grande Ilha, representante do TJMA, da Assembleia Legislativa do Maranhão, do TCE, da Defensoria Pública, da UFMA, da Famem e do MPMA, ficou decidido, entre algumas medidas, que o funcionalismo público suspenderia o atendimento presencial por dez dias, fato que atingiu diretamente os advogados.

Inconformado, restou a OAB/MA, emitir nota reclamando da ausência de convite, o que deixou o desprestigio mais escancarado ainda.

Para piorar, Thiago Diaz publicitou em suas redes sociais um ofício encaminhado pela OAB/MA ao TJMA, pedindo que o atendimento presencial fosse mantido. Claro que o pleito não foi acatado.

Sem prestígio, Diaz afirma que o atendimento remoto que será realizando pelo Tribunal durante o período de restrição,  foi acatado após encaminhamento do tal ofício.  O blog não encontrou um advogado sequer, que acredite nisso.

O seu endereço de e-mail não será publicado.