Prefeitura entrega cestas básicas a atletas e profissionais de educação física de São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdel), distribuiu no último sábado (15), cestas básicas a 200 atletas e profissionais de educação física prejudicados com a paralisação das atividades por conta da pandemia da Covid-19. A entrega aconteceu no Estádio Municipal Nhozinho Santos.

“O Projeto Vencendo Barreiras tem reunido muitas pessoas dispostas a colaborar com esse momento de pandemia, quando muitos atletas e profissionais de educação física perderam suas rendas. Por determinação do prefeito Eduardo Braide, estamos criando mecanismos para oferecer ajuda a quem precisa. Por isso, estamos entregando cestas básicas a esses profissionais, pela doação das pessoas que levaram seus carros para serem higienizados em troca da doação de alimentos”, pontuou o titular da Semdel, Ricardo Diniz.

Os vereadores Octávio Soeiro (Podemos) e Karla Sarney (PSD), e o deputado Neto Evangelista(DEM) que doou uma tonelada de alimentos, participaram da ação para ajudar atletas e profissionais de educação física da capital.

“São ações como essas que amenizam o sofrimento e a dor da população ludovicense e o prefeito Eduardo Braide e o secretário Ricardo Diniz têm mostrado sensibilidade em atender aos mais vulneráveis nesse momento tão delicado que estamos passando”, destacou o vereador Octávio Soeiro.

Karla Sarney falou da importância de todos ajudarem a categoria. “Sabemos do grande valor do esporte na vida das pessoas e na formação de nossos jovens, por isso ajudamos e vamos continuar a colaborar com iniciativas de apoio em nossa cidade”, assegurou a vereadora.

Iziane Castro, jogadora de basquete, também compareceu à ação social, que beneficiou dez profissionais do Instituto Iziane, que leva esporte e cidadania a 200 crianças do bairro da Liberdade. “A pandemia colocou muitas famílias em estado de insegurança alimentar e projetos como este são importantes para um dos setores mais prejudicados pela crise provocada pelo novo coronavirus”, frisou a atleta.

Os cadastrados receberam as senhas e seguindo os protocolos de segurança de distanciamento social e uso de máscara, se acomodaram na arquibancada do estádio municipal. Cada cesta básica, de 11 itens, tinha arroz, café, feijão, açúcar, óleo, leite, biscoitos, flocão de milho, macarrão, farinha, sardinha. Uma ajuda para driblar uma crise sem precedentes.

“É importante saber que a administração pública municipal está preocupada com a nossa categoria, pois muitos de nós perderam renda nesse período”, comemorou Célio Maranhão, que é professor de Educação Física.

Daniel de Almeida também recebeu uma cesta e destacou a importância do projeto. “Uma ação como esta é um incentivo não só pra gente que trabalha, mas também para ajudar o próximo. Eu estou recebendo a cesta, mas vou doar a minha para um aluno do Instituto Iziane”, afirmou o professor de basquete.

Participaram ainda da entrega das cestas, o secretário-adjunto, Arnaldo Murad, e a vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física, Josélia Araújo. “Vamos continuar com as atividades como a Sanitização Solidária, que arrecada alimentos para ajudar quem depende do esporte para sobreviver”, finalizou Ricardo Diniz.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *