Ministério Público deve acionar Presidente da Câmara de Ribamar por sessões secretas

A falta de transparência nas sessões da Câmara Municipal de São José de Ribamar deve gerar dor de cabeça para a presidente da Câmara, vereadora Francimar Jacintho (PL).

Sem realizar sessões presenciais em decorrência da pandemia, a Câmara Municipal segue promovendo uma sessão remota e secreta por semana, ferindo o princípio constitucional da publicidade.

De acordo com denúncias feitas a Promotoria de  Probidade Administrativa, nenhum canal digital foi disponibilizado pela presidente da Câmara para que a população de São José de Ribamar acompanhe as sessões, online, ou através de arquivo disponibilizado posteriormente.

Na última sessão, parte da população só conseguiu acompanhar as matérias discutidas pelos vereadores, porque alguns parlamentares fizeram as transmissões de suas participações através das redes sociais.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *