Veja quem são os deputados maranhenses que não assinaram o requerimento para instalação da CPI do Vazamento de Óleo

O requerimento do deputado federal João Campos (PSB-PE), que pede a criação de uma CPI para investigar as causas e os responsáveis pelo Vazamento de Óleo que há dois meses mancham as praias do nordeste recebeu assinaturas de 267 deputados dos 25 partidos com representação na Câmara.

Dos 18 deputados maranhenses, apenas seis não assinaram o requerimento para que seja criada a Comissão Parlamentar de Inquérito.

São eles: Josimar de Maranhãozinho (PL); André Fufuca (PP); Edilázio Jr. (PSD); João Marcelo (MDB); Hildo Rocha (MDB) e Pastor Gildenemyr (PL).

A expectativa é que a CPI seja instalada nos próximos dias

Deputado pastor Gil manifesta-se contra criminalização da homofobia, e diz que ADO poderá criminalizar a pregação do evangelho

O deputado federeral Gildenemyr (PMN), ou simplesmente pastor Gil, usou suas redes sociais nesta quarta-feira, 12, para reafirmar seu posicionamento contrario as duas ações que começaram a ser julgadas pelo STF, e podem criminalizar a homofobia e transfobia.

No entendimento do deputado pastor, a ADO poderá criminalizar, não a homofobia, mas, segundo ele, o livre exercício da pregação do evangelho.

Em seu instagram, o pastor escreveu. “Dou um aviso, o ativismo LGBT não calará a igreja de Jesus.” Disse.