Flávio Dino se movimenta para garantir rapidez em vacinação contra Covid19

O anúncio foi feito pelo próprio governador, que usou suas redes sociais para informar que ingressou com ação judicial no STF, em busca de guarita jurídica para garantir a compra de vacinas estrangeiras que já tenham sido aprovadas em agencias internacionais.

Caso a demanda prospere, o Maranhão poderá comprar vacinas que estejam autorizadas por órgãos sanitários dos Estados Unidos, União Europeia, Japão e China.

Pelo andar da carruagem, é possível que em janeiro, o Maranhão inicie a vacinação contra o coronavírus.

A medida é independente de qualquer ação do Governo Federal.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *