Duarte Júnior pra Yglésio “Quem faz o certo não se constrange”

O deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB), pré-candidato a prefeito de São Luís, emitiu nota em resposta a postagem do companheiro de parlamento Dr. Yglésio (PDT), tratada pelo blog na matéria Yglésio manda recado pra Duarte: “Vou partir pra cima e desmascarar se não parar essa picaretagem.” Mesmo sem citar nomes, os recados são claros um para o outro.

O clima tem esquentado na Assembleia Legislativa por conta do projeto Anticorte apresentado por Duarte e vetado por inconstitucionalidade na CCJ. O ex-presidente do Procon recorreu e tem apelado para pressão externa.

No parlamento, Duarte segue se enfraquecendo na base governista (Flávio Dino vetou projeto similar em 2017) e conquistando apoio junto a bancada do PL, partido que pode receber Duarte no ano que vem.

No início da semana, ao defender o projeto, Duarte acusou colegas de estarem fazendo lobby para a Cemar e Caema. “Eu entendo e respeito a presença daqueles que vem a essa casa defender as concessionárias, Cemar e Caema. Defender a possibilidade delas cortarem esse serviço essencial à véspera do feriado, à véspera do final de semana. Eu respeito! Esse lobby é licíto. É correto.” Acusou Duarte.

Após discurso do deputado, o clima piorou entre colegas de parlamento.

Veja a nota na íntegra

Quem faz o que é certo, não se constrange. Logo, não entendo as razões para o suposto constrangimento e agressividade do deputado.

Ademais, realmente esperar que alguém defenda o corte de energia elétrica e água aos fins de semana não é razoável. Além disso, estamos amparados no entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre a ADI nº 5961/PR e no artigo 24, incisos V e VIII, da Constituição Federal de 1988. Não é à toa que leis como essa já existem em Rondônia e no Paraná. Ora, se os deputados desses Estados puderam elaborar essas leis e garantir esses direitos aos consumidores, quem pode afirmar que nós não podemos fazer o mesmo pelos maranhenses?

Continuarei defendendo o que é certo e fico grato pelo apoio popular, pois estamos conseguindo sensibilizar e conscientizar as pessoas dos seus direitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado.