Criança de 1 ano é estuprada em cidade maranhense

A Polícia Civil está investigando a autoria do estupro contra criança de apenas um mês de vida. A bebê, que se chamava Vitória, morreu. O Laudo do exame realizado em Parnaíba, apontou lesões e estupro contra recém-nascido em Tutóia, Maranhão.

A bebê ficou sobre os cuidados do pai, avós e mais três irmãos adultos após a mãe da criança morreu no dia 12 de junho após complicações no parto.

A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar o estupro da recém-nascida e suspeita de alguém da família do pai, que chegou a ser preso em flagrante assim que o laudo saiu, mas acabou sendo liberado por falta de provas. O laudo apontou lesões na região anal, com traumas físicos, e lesões vaginais.

A investigação está sendo aprofundada. “Estamos ouvindo todas as pessoas envolvidas com esse caso. Os exames apontam as lesões, não a autoria e na casa tem uns quatro homens, quatro parentes. Estamos colhendo todas as provas para chegar na autoria”, explicou o delegado do caso, Cristiano Nocko.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado.