“Com serenidade e humildade, enfrentaremos este momento apresentado nossa defesa”, diz Luciano Genésio sobre Op. Irmandade

O prefeito reeleito do município de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), divulgou nesta tarde, nas suas redes sociais, nota de esclarecimento através da qual se posicionou acerca da Operação Irmandade, deflagrada pela Polícia Federal com o objetivo de apurar suposto desvio de verbas federais oriundas do Fundo Nacional de Saúde e Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica.

“Com seriedade e humildade, enfrentaremos este momento apresentando a nossa defesa e estando sempre a disposição das autoridades. Enquanto prefeito eleito majoritariamente pela vontade popular, continuarei fiel as minhas obrigações e aos pinheirenses; e espero seguir trabalhando pelo melhor para o município de Pinheiro”, esclareceu o gestor.

A Operação foi deflagrada nesta manhã e, além de Pinheiro, mandados de busca e apreensão e de sequestro de valores foram cumpridos em São Luís e Palmeirândia.

Por determinação da Justiça Federal, que atendeu pedido da PF e do Ministério Público Federal, Genésio foi afastado do cargo.

O fato já foi comunicado a Câmara Municipal de Pinheiro, que poderá dar posse a vice-prefeita Ana Paula Lobato (PDT), esposa do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PC do B), nas próximas horas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *