Políticos “abraçam” animais em busca de holofotes na corrida eleitoral de 2022

Pioneira na arte de abraçar animais em busca de likes e holofotes durante a corrida eleitoral, a primeira-dama do município de Matões, Claudia Coutinho, que apelou para o famoso abraço com o jumento na eleição de 2020, agora parece ter pelo menos dois novos adeptos.

Em Paço do Lumiar, mais propriamente no bairro Maiobão, na busca por mídia, o deputado estadual Duarte Júnior (PSB) apelou e trepou em uma arvore, abraçando-se a uma gata e dizendo ter resgatado a chaninha.

A macacada foi tão grande que o deputado, que gosta de uma mídia, postou vídeo com trilha-sonora holyoodiana, e não satisfeito com os likes e views, fez nova postagem, com foto atracado com a gata e garantindo que saiu todo arranhado.

Já na casa oficial do vice-governador, Carlos Brandão postou vídeo meigo, mostrando suas habilidades como adestrador de cão.

Enquanto isso, ongs que cuidam de animais abandonados e vítimas de maus tratos sofrem para sobreviver com a falta de ajuda.

Para piorar, no mês de maio, pelo menos 16 organizações não governamentais de defesa animal assinaram manifesto contra o deputado Duarte Júnior, o mesmo que agora sobe em arvore no Maiobão em busca de mídia. O manifesto repudiou o deputado que processou a ong Dindas Formiguinhas e pediu R$ 20 mil em ação indenizatória. (Relembre o caso aqui)

Sabido, em audiência de conciliação, Duarte, que pediu R$ 20 mil de indenização a ong que sobrevive de doações e tem papel de destaque na defesa de animais, através de seus advogados, propôs um acordo, considerado por muitos como oportunista e lógico, foi rejeitado pela ong processada.

A ação ainda tramita na justiça.

Marcelo Tavares caminha para ser nomeado conselheiro do TCE

Após o termino do prazo de inscrição para os interessados em disputar uma vaga no Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, findado na sexta-feira (27), Marcelo Tavares, único a receber indicações dos deputados, caminha para ser nomeado conselheiro no lugar de Raimundo Nonato Lago.

Com 41 indicações, daqui por diante, é apenas uma questão de cumprimento do tramite, que inclui analise pela comissão especial, que é formada pelos deputados Marco Aurélio (PC do B), Ricardo Rios (PDT), Socorro Waquim (MDB) e Rafael Leitoa (PDT), e em seguida, sabatina.

Tavares tem em seu curriculum, além de vasta experiência como secretário de estado, dez anos de parlamento estadual, o qual chegou a presidir entre os anos de 2009 a 2011.

Neto Evangelista reafirma apoio a Weverton e fala do compromisso do senador em manter programas sociais

“Temos uma convergência política e ideológica, de construção de políticas públicas focadas na defesa e na justiça em favor das pessoas em maior vulnerabilidade”, afirmou o deputado Neto Evangelista, durante entrevista à rádio Mirante AM, nesta quinta-feira (25).

O deputado reafirmou seu apoio à pré-candidatura do senador Weverton ao Governo do Estado e destacou o compromisso do mesmo em manter programas sociais criados e ampliados pelo parlamentar durante sua gestão à frente da secretaria de Desenvolvimento Social.

“O senador já assumiu o compromisso de ampliar e dá continuidade em programas que criei, quando fui secretário de Desenvolvimento Social, como o Mais Renda e a expansão da rede de Restaurantes Populares”, disse Neto.

Mais Renda – Neto falou com orgulho do Programa Mais Renda, idealizado e implantado por ele em 2015. Durante a sua gestão cerca de duas mil pessoas foram beneficiadas em todo o estado.

“Me incomodava ver as pessoas se capacitando sem conseguir entrar no mercado de trabalho. Então eu resolvi criar um programa onde as pessoas recebiam capacitação e também os equipamentos, para iniciar o seu negócio com acompanhamento técnico durante seis meses de gestão. Iniciamos no ramo de alimentos e depois inserimos a área de beleza”, pontuou.

O deputado também falou sobre a expansão da rede de Restaurantes Populares e da importância desses equipamentos na vida de milhares de maranhenses. Ele inaugurou 20 unidades em todo o estado e implantou o jantar como segunda opção de refeição.

“Além de ofertar alimentação de qualidade a preço simbólico, os restaurantes também contribuem para a geração de emprego e renda e para o fortalecimento da agricultura familiar, uma vez que 30% dos produtos utilizados na produção das refeições são adquiridos de agricultores familiares”, disse.

Prefeito Sissi Viana fecha parceria política com deputado Ricardo Rios

O prefeito Sissi Viana (Republicanos) reuniu-se, nesta sexta-feira (27), com o deputado estadual Ricardo Rios (PDT).

Na oportunidade, os dois políticos ratificaram a parceria de, a partir de agora, caminharem juntos com o objetivo de obter novos benefícios para o município de Godofredo Viana.

Além disso, Sissi também declarou apoio a reeleição do parlamentar no ano que vem.

O encontro contou com as presenças do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B); de Tiago Viana, filho do prefeito; além dos secretários municipais Emanoel Coimbra (Saúde) e Thiago (adjunto de Administração).

Sissi, vale destacar, apoiará em 2022 a reeleição do deputado federal Gil Cutrim (Republicanos).

Vereador Dodó de Santaninha defende suspensão de cobranças da BRK

O vereador Dodó de Santaninha (PSL) defendeu, durante a última sessão na Câmara de Vereadores de São José de Ribamar, a suspensão das cobras e isenção das taxas cobradas pela BRK Ambiental para fornecimento de água no Turiúba e demais bairros.

De acordo com o parlamentar, a água oferecida pela empresa é de péssima qualidade, imprópria para o consumo e até mesmo para o banho, o que não justificaria a cobra do serviço.

“Nós deveríamos defender em prol, não só do Turiúba, mas dos demais bairros, que essas contas não devem ser pagas, pois ninguém usa aquela água para beber, nem mesmo para lavar, por isso, o certo é que seja suspensa a cobrança”, defendeu o parlamentar.

Vídeos amplamente divulgados nas redes sociais, mostram que nas torneiras das residências do residencial Turiúba, a agua sai com tonalidade preta, mostrando-se imprópria para o consumo e até mesmo para higiene e limpeza doméstica.

Luciano diz que Flávio Dino saberá conduzir escolha de nome para 2022

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio destacou em entrevista ao Abrindo o Verbo, nesta quinta-feira (26), na Rádio Mirante AM, a boa relação com a bancada maranhense em Brasília.

“A nossa relação é muito boa. Eu diria excelente. Eu sempre procuro separar o que é palanque e o que é política. E busco procurar a todos que possam contribuir com o desenvolvimento de Pinheiro”, disse.

Luciano lembrou que esteve na posse de Ciro Nogueira, na Casa Civil e destacou o trabalho em parceria com o deputado André Fufuca.

“Nós estivemos na posse do senador Ciro Nogueira na Casa Civil, acompanhado do presidente do nosso partido André Futuca e vamos voltar nos próximos dias levando em mãos os projetos para que ele, como ministro da Casa Civil possa ajudar a cidade de Pinheiro. O deputado André Fufuca tem ajudado demais o nosso município e será o nosso candidato a deputado federal e a Lucyana Genésio será nossa candidata a deputada estadual”, afirmou.

Luciano disse que apoiará a pré-candidatura de Weverton Rocha ao governo do Maranhão e que espera que Flávio Dino resolva a escolha do seu candidato da melhor forma possível.

“Eu sou suspeito de falar de candidatura a governo do ano que vem porque eu já tenho candidato. Eu sou amigo pessoal do senador Weverton Rocha. Ele é um político do meu tempo e que pensa como eu penso. O senador Weverton Rocha é uma pessoa que eu diria de dentro da minha casa. Eu espero que o governador Flávio Dino seja sensato e resolva da melhor forma possivel para que não ocorra divisão. Se houver divisão vai enfraquecer todo o grupo político. A própria ex-governadora Roseana Sarney que aparece muito bem nas pesquisas pode resurgir num 2º turno se houver essa divisão. Então, eu espero que não ocorra divisão porque será muito ruim para o nosso grupo político. Vamos aguardar a decisão do governador Flávio Dino. É uma situação que está no colo do governador Flávio Dino e acredito que ele saberá conduzir tudo muito bem”, finalizou.

Aberto o segundo lote de inscrições para o Superpedal Adventure

Serão mais de R$ 25 mil reais em premiação 

Já está aberto 2º lote de inscrições para o Superpedal Adventure, o maior evento de Mountain Bike da Região dos Cocais, que será realizado em Codó, entre os dias 05 e 07 de novembro de 2021 e irá pagar mais de 25 mil Reais em premiação

A organização do Superpedal Adventure realizou sorteio de cinco hospedagens para os atletas que fizeram sua inscrição no 1º lote, que foi até o dia 15 de agosto. Matheus Ferreira Sousa, Bruno Vitoriano, José Ysland Barbosa dos Santos, Mayara Oliveira Sousa Rodrigues e Yarlison Vieira de Oliveira foram os sorteados para a cortesia de hospedagem no FC Hotel durante os dois dias do evento em Codó.

Maiores informações pelo número (99) 9 9978-2773 ou acesse www.spsladventure.com.br

Mega eventos de Weverton intimida Carlos Brandão

Os dois mega eventos realizados pelo senador Weverton (PDT), em Imperatriz e São Bernardo, que reuniram milhares de militantes, além de centenas de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, ex—prefeitos e lideranças, tiveram efeito intimidador ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB) e sua equipe de coordenação.

Temendo comparação, Brandão suspendeu qualquer tipo de evento político referente à sua pré-candidatura e passou a ser apenas testemunha de assinatura de ordens de serviço em eventos promovidos pelo governo do Estado.

O comportamento de Brandão, segundo aliados que também tiveram acesso a pesquisas que revelam seu fraco desempenho, é um sinal de que o tucano já se prepara para a confirmação do nome de Weverton como candidato do grupo governista.

À todo vapor e diferente de Brandão, Weverton mantém ritmo intenso de diálogo em todas as regiões do Maranhão, e deve cumprir, até o mês de novembro, pelo menos mais dez mega encontros, dois deles confirmados para acontecer em Presidente Dutra e Pinheiro, onde com ajuda de Weverton será construído um hospital de combate ao câncer que beneficiará a região da baixada.

Josimar de Maranhãozinho

A situação de Brandão deve piorar ainda mais, já que na primeira semana de setembro, o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), promete reunir pelo menos 50 prefeito no lançamento de sua pré-candidatura, que deve acontecer em São Luís e colocar Brandão em posição ainda pior.

Neto solicita reforço na segurança de São João dos Patos

O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) solicitou reforço para a segurança de São João dos Patos, durante reunião com o secretário de estado de Segurança Pública, Jefferson Portela e com o prefeito de São João dos Patos, doutor Alexandre (PTB), nesta terça-feira (24), em São Luís.

“As denúncias tem chegado de todos os lados. O prefeito nos relatou e a população, por meio das redes sociais, tem nos informado que o índice de criminalidade vem avançando, numa região considerada pacata. Ocorrências de roubo, furto e assalto à mão armada tem sido frequentes nos últimos tempos, inclusive à luz do dia”, enfatizou Neto.

O parlamentar ressaltou ainda que o reforço na segurança pública é fundamental para proporcionar bem-estar e tranquilidade ao cidadão.

O prefeito de São João dos Patos, Dr. Alexandre, disse que o sistema de videomonitoramento está ativo, mas mesmo com as câmeras os crimes continuam numa crescente.

“A população está assustada. Estão invadindo até prédio público para roubar. Então estamos aqui para pedir seu apoio para cortar o mal pela raiz a fim de que a segurança da região seja restabelecida”, disse.

Atento aos relatos, o secretário Jefferson Portela disse que São João dos Patos tem que continuar como era, uma região pacífica. E determinou, de pronto, uma ação imediata no combate aos crimes.

MPMA apresenta denúncia contra Claudio Cunha por crimes contra a administração pública

O Ministério Público do Maranhão ofereceu, no dia 20 de agosto, denúncia contra o ex-prefeito de Apicum-Açu Claudio Luiz Lima Cunha pela prática de crimes contra a administração pública, associação criminosa, advocacia administrativa, tráfico de influência, crimes ambientais, falsidade ideológica, atos de improbidade administrativa, crimes enquadrados no Decreto-Lei nº 201/1967, entre outros.

Conforme investigações do MPMA, o ex-prefeito, em conluio com outros denunciados – Rodolfo Romero Pereira Oliveira, Caio Vitor de Castro Cunha e Jéssica Islla de Castro Cunha (filhos do ex-prefeito) e Joceney Franco Rocha (ex-secretário municipal de Meio Ambiente de Apicum-Açu) -, ocultaram e dissimularam a natureza, origem, movimentação e propriedade de bens imóveis, direitos e valores provenientes, direta ou indiretamente, de infração penal.

Por conta dos delitos cometidos, a Promotoria de Justiça de Bacuri, da qual Apicum-Açu é termo judiciário, requereu que seja determinado o bloqueio de contas correntes, poupanças e demais investimentos financeiros em nome dos denunciados. Também foi pedido o sequestro e indisponibilidade dos imóveis, pertencentes a eles. Entre esses imóveis constam fazendas, postos de combustíveis, terrenos, apartamentos.

O Ministério Público também solicitou a decretação da perda de veículos, tratores, carretas e caminhonetes.

Eles já haviam sido alvos da Operação Citrus, realizada em maio deste ano, pela Promotoria de Justiça de Bacuri, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Polícia Civil. Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão nas cidades de Apicum-Açu, Cururupu e São Luís requeridos pelo órgão ministerial.

Para o promotor de justiça, as movimentações financeiras e rendas dos denunciados Jéssica Islla de Castro Cunha e Caio Vitor de Castro Cunha mostram-se totalmente incompatíveis com os seus ganhos declarados e com a profissão sempre exercida. “Brotam robustos indícios de patrimônio acrescido ilicitamente através de lavagem de dinheiro canalizadas nas atividades da Rede de Postos Guará Comércio de Combustíveis dos quais são os atuais proprietários”, afirma o promotor de justiça Igor Adriano Trinta Marques, que responde pela Promotoria de Bacuri e é o autor da denúncia.

INQUÉRITO

As investigações, realizadas pelo Gaeco e pela Promotoria de Justiça, integram um inquérito civil instaurado em 2019, que demonstrava a ocorrência de crimes ambientais, atos de improbidades administrativas e ilícitos criminais envolvendo os denunciados, referentes à construção de postos de combustíveis à beira mar e nas proximidades do Hospital Sebastiana Fonseca, na cidade de Apicum-Açu.

O fato de o investigado Rodolfo Romero Pereira Oliveira ter construído três postos de combustíveis – sendo dois em Apicum-Açu e um em Cururupu – de forma simultânea, somente com dinheiro oriundo de eventos, levantou suspeitas do Ministério Público do Maranhão.

O empresário tem renda mensal de R$ 6 mil, o que seria incompatível com a construção de três postos de gasolina. Ele é aliado político do atual prefeito de Apicum-Açu, sendo conhecido na cidade como “filho adotivo” do ex-gestor Cláudio Luiz Lima Cunha. Ouvido pelo Ministério Público, o empresário afirmou não saber quanto gastou na construção de tais postos de combustíveis, ficando claro o total desconhecimento a respeito dos negócios em que figura como sócio ou proprietário.

No decorrer do processo, uma ação cautelar com pedido de quebra de sigilo fiscal foi deferida diante da existência de fortes indícios de que as empresas são apenas um meio de lavagem de dinheiro, considerando o depoimento do ex-prefeito na Promotoria de Justiça e demais provas obtidas pelo MPMA.

Ainda conforme as investigações, os empresários foram favorecidos pelo ex-secretário de Meio Ambiente de Apicum-Açu Joceney Franco Rocha, que viabilizou a construção irregular dos postos de combustíveis.

Foi constatado que, à época da expedição da licença “de operação”, não havia quaisquer estudos de impacto ambiental. A empresa apresentou um Plano de Controle Ambiental somente em 12 de dezembro de 2018, um dia antes da audiência extrajudicial ocorrida na sede da Promotoria de Justiça de Bacuri. De acordo com as investigações, a proximidade com o ex-prefeito teria facilitado a obtenção de licenças ambientais.

“O órgão ministerial apontou um rol de consistentes indícios de os acusados serem apenas “laranjas” do ex-prefeito municipal de Apicum-Açu, bem como ter havido crescimento exponencial do patrimônio deles, oriundo de recursos públicos, o que justifica ter sido incluído (Cláudio Lima Cunha) também no rol de denunciados”, esclarece o promotor de justiça.

Segundo o membro do Ministério Público, Claudio Luiz Lima Cunha possui diversos outros processos por atos de improbidade administrativa e processos penais em andamento na Justiça Estadual de 1º Grau e 2º Grau, para apurar a responsabilidade penal em crimes contra a Administração Pública, quando exercia o cargo de prefeito.

A denúncia do MPMA acrescenta que, com a finalidade de ocultar e dissimular a origem ilícita dos valores recebidos decorrentes de desvios de recursos públicos, em espécie, para que não fossem rastreados, os denunciados iniciaram o processo de compras de diversos terrenos em vários municípios, múltiplos imóveis de cifras milionárias, uma gama de veículos (tratores, carretas, caminhonetes etc), fazendas de valores milionários, entre outros. “Tudo foi feito com o intuito de ocultar ou dissimular a propriedade dos referidos bens, cujo verdadeiro proprietário é o ex-prefeito municipal, o denunciado Claudio Cunha”, pontua o promotor de justiça.

ACUSAÇÕES

De acordo com o Ministério Público, os denunciados praticaram diversos crimes: Claudio Luiz Lima Cunha é acusado por lavagem de dinheiro, associação criminosa, falsidade ideológica e advocacia administrativa; Rodolfo Romero Pereira Oliveira por lavagem de dinheiro, associação criminosa, falsidade ideológica, advocacia administrativa e tráfico de influência; Caio Vítor de Castro Cunha, por lavagem de dinheiro, associação criminosa, falsidade ideológica e advocacia administrativa; Jéssica Islla de Castro Cunha por lavagem de dinheiro, associação criminosa, falsidade ideológica e advocacia administrativa; e Joceney Franco Rocha por crimes ambientais, peculato e advocacia administrativa.

PERDA DE BENS

Na denúncia, o Ministério Público requer que seja decretada a perda de produtos obtidos a partir das práticas criminosas, incluindo os imóveis, entre os quais: um imóvel no valor de R$ 550 mil; imóvel localizado no Edifício Nazeu Quadros no valor de compra e venda: R$ 950 mil; cinco postos de combustíveis, localizados em São José de Ribamar, São Luís, Cururupu e Apicum-Açu; escrituras públicas em nome de Rodolfo Romero Pereira Oliveira e Claudio Cunha; fazendas São Francisco e São José, nos valores de R$ 2,2 milhões; documentos de uma Hilux em nome de André Luis Maia Santos Silva; um Golf, em nome de Jason Claude Costa e um caminhão, comprado por Rodolfo Oliveira; apartamento no Condomínio Zefirus, na Avenida dos Holandeses, no valor de R$ 1.209.714,00; caminhão Trator 2018/2019, comprado em 14 de fevereiro de 2019, por R$ 370 mil, em favor da empresa R R P OLIVEIRA, de propriedade dos denunciados; tratores comprados em 2018 nos valores de R$ 250 mil e R$ 360 mil; dois terrenos no valor de R$ 450 mil.

Também fazem parte a lista de imóveis do MPMA as fazendas São Francisco, localizada em Amarante do Maranhão; Guará I, localizada em Apicum-Açu; Guará II, localizada em Apicum-Açu; Boa Esperança, localizada em Apicum-Açu; e os imóveis ligados ao denunciado Claudio Lima Cunha: Rua do Sol, Centro, Apicum-Açu e Rua Turi, Bairro Turirana, Apicum-Açu; ao denunciado Caio Vitor de Castro Cunha: Rua São Sebastião, nº 32, Anil, São Luís e Estrada Margarida Alves, Amarante do Maranhão; à denunciada Jéssica de Castro Cunha: fazenda na Estrada São Fernando, nº 22, Turirana, Distrito Industrial, Apicum-Açu.