Se eleito prefeito, Duarte Júnior proibirá venda de mocotó em São Luís

A tese ganhou força na internet nesta segunda-feira (30), após veiculação de vídeo no qual o deputado aparece sem jeito, em um mercado da capital, fazendo cara feia após dá uma colherada no mocotó servido aos políticos, dentre eles o governador Flávio Dino e o secretário Rubens Júnior que demonstram familiaridade com o local e gosto pelo o prato.

Acostumado a frequentar restaurantes finos na alta sociedade, o carioca, eleito deputado maranhense após usar a estrutura do Procon, segundo ação proposta pelo MPE, foi ridicularizado nas redes sociais em vídeo que aparece posando para foto com mocotó e depois rejeita a iguaria.

Memes de todos os tipos rolam soltos em grupos de app de mensagens. “Nojinho do Juninho” mostra Duarte Júnior nada satisfeito de estar entre os populares no Mercado da Macaúba. Para mostrar que não tem pedigree, o novato até encena que tá gostando, mas logo em seguida demonstra nojo.

Em outro meme, Duarte até tenta copiar o deputado Wellington do Curso numa pratada de mocotó, mas com nojinho, é classificado como deputado nutela, enquanto Wellington recebe o título de raiz.

Para evitar novo constrangimento, se eleito, internautas passaram a discutir a possibilidade de Duarte Júnior proibir a venda do tradicional prato nos mercados, feiras, bares e restaurantes de São Luís.

Se isso acontecer, é bem provável que Duarte Júnior também mande proibir a venda da famosa tripinha de porco, sucesso no tradicional Bar do Léo e em toda São Luís.

Só faltava essa agora.