O vergonhoso papel da Enerva em Trizidela do Vale

A poderosa Eneva S/A, empresa de geração, exploração e produção de petróleo e gás natural e comercialização de energia elétrica com forte atuação no Estado, principalmente no município de Trizidela do Vale, se prestou esta semana, a um patético papel em comunidades do município que além da crise causada pelo coronavírus, sofre com enchentes que já atingiu mais de 5 mil pessoas, segundo relatório oficial da Defesa Civil. .

Após anunciar que ajudaria o Maranhão no combate ao coronavírus, a empresa, de maneira isolada, fez festa para entrega de 250 kits de higienes à algumas famílias das proximidades da empresa.

Para decepção dos beneficiados, os festejados kits de ajuda continham apenas 01 sabonete e 01 detergente líquido, avaliados em aproximadamente R$ 3 reais, cada kit.

Entre dos 250 kits de sabonete e detergente

A ajuda da empresa ao município logo virou piada na região e nos comércios locais, que passaram a oferecer a casadinha simíliar do produto com o anúncio “Kit Eneva só R$ 3”.

Já o prefeito Fred Maia, que tem lutado para garantir assistência aos milhares de desabrigados, além de lutar para garantir o isolamento social e evitar contaminação do Covid-19 na região, soltou o verbo contra a empresa após tomar conhecimento da nota de esclarecimento da empresa que alega já contribuir com pagamento de impostos aos municípios da região.

“Eles falam que o pagamento dos royalties é como se fosse um favor que eles fazem. Eles não estão fazendo favor não, eles estão tirando as riquezas do subsolo do município, e poderiam dar muito mais em troca. Eles levam bilhões e devolvem tostões e quer dizer que tá muito bom? Aí vem com uma desculpa esfarrapada dessa, tinha que criar era vergonha na cara, um bando de fila da puta desses.” Escatitou o prefeito de Trizidela do Vale.

Veja a nota da empresa

A Eneva esclarece que a distribuição de kits de higiene para os moradores próximos às operações da empresa em Trizidela do Vale, Santo Antônio dos Lopes, Capinzal, Lima Campos e Pedreiras tem como objetivo prioritário apoiar as lideranças comunitárias dessas localidades, com as quais a Eneva mantém diálogos constantes, nas suas ações de educação sanitária, priorizando neste momento as atitudes de prevenção que evitam a propagação do coronavírus (Covid-19), como lavar as mãos frequentemente.  

Os kits estão sendo entregues de forma gradativa e serão intensificados de acordo com as necessidades e vulnerabilidades de cada comunidade. 

Solidária às famílias que enfrentam dificuldades neste momento de pandemia, a empresa avalia outras iniciativas que possam ajudar as comunidades. 

Para contribuir da forma mais eficaz possível, representantes da Eneva têm mantido contato com as lideranças comunitárias locais a fim de definir em conjunto as ações mais adequadas ao momento. 

A Eneva disponibiliza o canal de atendimento gratuito 0800 730 10 60 para dúvidas, críticas e sugestões.

Cabe ressaltar que a Eneva preza pelo cuidado e respeito aos seus colaboradores, comunidades e autoridades públicas com as quais se relaciona, buscando sempre manter o diálogo e transparência nas suas atitudes. 

A empresa cumpre rigorosamente com todas as suas obrigações legais e fiscais nas esferas federal, estadual e municipal. 

As operações do Complexo Parnaíba mantêm o fornecimento de energia para as regiões Norte e Nordeste do país, gera empregos locais, renda que movimenta o comércio e serviços da região, e o recolhimento de impostos, além do pagamento de royalties, que são repassados pela União ao estado do Maranhão e aos municípios de  Trizidela do Vale, Santo Antônio dos Lopes, Capinzal, Lima Campos e Pedreiras.

Eneva soma esforços contra o coronavírus no Maranhão

A Eneva, empresa de geração, exploração e produção de petróleo e gás natural e comercialização de energia elétrica com forte atuação no Estado está empenhada  em ajudar a combater o Covid-19 no Maranhão e em outros Estados da Federação, como Amazonas, Ceará, Roraima e Rio de Janeiro, onde também mantém operações.

Serão doados 25 aparelhos de ventilação pulmonar, que custam algo em torno de R$ 1,5 mi e ajudarão a salvar vidas, principalmente de pacientes em estado critico de grave crise de respiração.

Os equipamentos estão sendo adquiridos pela empresa e serão repassados aos Governos Estaduais conforme entregas dos fornecedores. As entregas estão programadas para serem feitas em abril e maio, por conta da grande demanda recebida por fornecedores em todo o Brasil.

A Eneva também está distribuindo durante a semana cerca de 3500 kits com sabonete, sabão líquido e máscaras para as comunidades localizadas próximas as suas operações em São Luís, Santo Antônio dos Lopes, Capinzal, Lima Campos, Pedreiras,  Trizidela do Vale e Paço do Lumiar, no Maranhão, além de outros municípios no Ceará, Roraima e Amazonas.

“Entendemos que nós, empresas, precisamos nos unir aos Governos e sociedade civil para combater esse vírus que nos assola. A Eneva não poderia deixar de ser solidária e responsável neste momento de urgência, principalmente com os nossos colaboradores e com as comunidades que estão próximas as nossas operações. Estamos redobrando nossos cuidados e atenção para manter as operações essenciais de fornecimento de energia, sem descuidarmos do bem-estar das pessoas”, explicou o presidente da Eneva, Pedro Zinner.

Como a empresa tem o compromisso de fornecer energia às regiões Norte e Nordeste do país, as operações seguem de forma adaptada ao atual momento.

Para garantir segurança e tranquilidade aos seus colaboradores, a Eneva também está adquirindo dois mil testes do covid-19.

Além disso, a empresa adotou uma série de medidas nas unidades operacionais, mantendo um rigoroso protocolo de proteção dos colaboradores para evitar a propagação do coronavírus. Entre as iniciativas, destaque para a alteração da escala de trabalho nas áreas operacionais, o aumento da quantidade de ônibus com taxa de ocupação dos colaboradores reduzida pela metade, o acompanhamento diário pela área de Saúde, com medição da temperatura corporal e informações massivas de cuidados e higiene, e o distanciamento nos refeitórios e áreas comuns nas unidades operacionais.

Já os colaboradores da área administrativa da sede e das unidades operacionais estão em home office.

“Estamos seguindo todas as recomendações dos órgãos oficiais de saúde nacionais e internacionais, implantando as medidas preventivas para conter o avanço do coronavírus, sem esquecer do nosso papel crítico de garantir energia para a sociedade”, complementa Zinner.