O abacaxi de Duarte Júnior

Sem garantia de que terá o PCdoB para disputar a prefeitura de São Luís no ano que vem, Duarte Júnior segue enfrentando problemas não apenas com aliados do próprio partido e companheiros de parlamento.

No TRE-MA, estão conclusos para decisão, desde o dia 19 de agosto, os autos do processo que pede a cassação do mandato de deputado estadual e a inelegibilidade do ex-presidente do Procon e de sua namorada, Karen Barros.

A condenação pode virar um verdadeiro abacaxi para o futuro de Duarte Júnior, que segue com sua agonia a cada dia.

Duarte e a namorada são acusados de terem usado a estrutura do Procon-MA para promoção, o que teria resultado na eleição do advogado em 2018.