Milhares de crianças participam de festa promovida pela prefeitura de Pinheiro e pela deputada Dra. Thaiza

Muitas dessas crianças nunca tiveram a oportunidade de pular em um brinquedo inflável, algumas moram longe da área urbana de Pinheiro, e neste sábado (12) não brincaram apenas em 1, mas em 12 brinquedos espalhados pela praça José Sarney, onde a Prefeitura de Pinheiro montou uma mega estrutura para garantir um dia de pura diversão às crianças pinheirenses.

“Distribuição de pipoca, suquinho, refrigerantes, presentes, tudo foi muito bom, mas a sensação desta tarde foram os brinquedos e as atrações que planejamos para este dia especial. Não tem preço ver a alegria delas. O agradecimento das crianças ao nos ver por proporcionar algo simples e que marcou a infância delas. Pularam, dançaram, cantaram e saíram daqui com uma lembrança nossa que foi de coração”, disse o prefeito Luciano que acompanhou o show do Play Circus e outras atrações que marcaram a tarde de sábado.

O evento foi organizado pela Secretaria de Esporte e Cultura e contou com o forte apoio da deputada Dra. Thaiza Hortegal e primeira dama do município. Ela explica que momentos de lazer como esse são marcantes na vida de uma criança.

“É dever do poder público proporcionar momentos como esse que às vezes nos prendemos apenas em carnaval, São João, festejos, então, um dia como esse é algo marcante para crianças que nunca viram personagens de perto como Frozen, Galinha Pintadinha, Minions, Gummy Bear, que pularam num brinquedo inflável ou um simples pula-pula.

E assistiram a apresentações de palhaços, contorcionistas, malabaristas e muita música. Estou grata por participar desse momento e entregar presentes que as lembrarão da grande festa da criançada feita pelo prefeito Luciano”, relatou a parlamentar acompanhada dos filhos João e Esther.

Cerca de 10 mil brinquedos como bonecas, carrinhos, tabuleiro, e outros, também foram distribuídos na tarde que ficou para a história das crianças de Pinheiro.

Deputada Dra. Thayza Hortegal participa de fiscalização de ferryboats no Terminal Ponta da Espera

A deputada Dra. Thayza Hortegal (PP) participou, na manhã desta sexta-feira (1º), de uma operação de fiscalização no Terminal Ponta da Espera, que teve como objetivo verificar in loco os serviços prestados pelos ferryboats, que fazem a travessia São Luís-Cujupe.

A operação foi uma ação conjunta da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB); da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP); do Procon-MA; da Capitania dos Portos e da Polícia Militar. Estes órgãos já vêm trabalhando para garantir mais segurança e qualidade nos transportes aquaviários, que têm um aumento no fluxo de passageiros durante o período carnavalesco.

Na oportunidade, a deputada Dra Thayza Hortegal, que também é usuária do serviço, destacou a necessidade de melhorias na qualidade dos serviços oferecidos durante o trajeto. Também informou que a Assembleia Legislativa do Maranhão vai viabilizar projetos que possam melhorar as condições do transporte.

“Há mais de 10 anos faço essa travessia e sempre verifiquei o grande número de reclamações. Então, como usuária e moradora dessa região, eu não poderia deixar de ir em busca de melhorias da qualidade e segurança desses serviços”, afirmou a deputada, ressaltando que a maior reclamação dos passageiros é referente à qualidade da alimentação, não funcionamento dos aparelhos de ar-condicionado, banheiros sujos, acessibilidade para cadeirante e o ferry enferrujado. “Não se tem nada de qualidade nos serviços oferecidos. É um direito do consumidor exigir melhorias”, disse a parlamentar.

Dra. Thayza Hortegal enfatizou, ainda, que, recentemente, foi feito um levantamento de todos os transportes aquaviários do Brasil e que nenhum é tão precário quanto o do Maranhão. “Estamos estudando um projeto de lei junto à MOB, ao Procon e ao Ministério Público, para que possamos dar entrada para ofertar o que se tem de melhor, mas que, ao mesmo tempo, incomoda, que é o tempo de espera na fila dos ferryboats. Hoje é um dia bem congestionado, onde as filas são enormes e não se tem um horário certo para viajar. Como representante da Baixada, não poderia  deixar de questionar e buscar melhorias para os serviços dessas embarcações, que são importantes para a Baixada Maranhense”.

Conforto e Segurança

“Estamos aqui, mais uma vez, no Terminal da Ponta da Espera para intensificar a nossa fiscalização e garantir um transporte seguro, para que os nossos foliões possam viajar com tranquilidade. Foram feitas fiscalizações preventivas, inclusive, pela Capitania dos Portos no que tange à segurança da navegação. Portanto, posso garantir ao folião que ele pode ir até a Baixada Maranhense e voltar com conforto e segurança”, declarou o presidente da MOB, Lawrence Melo.

Karen Barros, presidente do Procon-MA, afirmou que, durante todo o ano, o órgão faz fiscalização preventiva no transporte aquaviário. “Hoje, estamos aqui fazendo a Operação Carnaval exatamente para coibir e prevenir qualquer problema. Aqui estamos verificando a questão do alvará sanitário, das lanchonetes, dos coletes salva-vidas, a reserva de passagens para idosos e pessoas com deficiência e, também, estamos analisando a acessibilidade dos passageiros com deficiência dentro desse transporte”, acentuou.

Ela informou, ainda, que o Procon ficará com uma equipe de plantão para atender o consumidor durante todo o período de Carnaval. “A qualidade dos serviços poderia ser melhor. Outra questão que poderia ser vista com maior atenção é em relação aos idosos e aos cadeirantes”, disse Nita Gomes, enfermeira e moradora de São Luís que sempre utiliza o ferryboat.

Luciano Genésio continua escondendo dados da folha de pagamento de Pinheiro.

Em 2017, o jornalista Jorge Aragão revelou que o médico Talvane Hortegal, pai da pré-candidata a deputada estadual Thaíza Hortegal, recebeu só no mês de setembro, R$ 149 mil reais. Logo em seguida, Luciano Genésio mandou tirar a página do ar.

Luciano Genésio, a primeira-dama, pré-candidata a deputada estadual e o cunhado, Lúcio André, acusado de espancar advogada em São Luís.

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), que agora, resolveu apagar da memória a referência ao pai, e quer ser tratado apenas como João Luciano, parece que só tem a idade jovem, já que as práticas são as mesmas dos políticos do passado.

Com o claro intuito de usar a máquina municipal para garantir apoio a sua esposa, a médica Thaíza Hortegal, pré-candidata a deputada estadual, João Luciano Genésio segue desobedecendo o que determina a Lei de Transparência.

Quem entra no site da prefeitura na tentativa de buscar informações referentes ao controle financeiro, despesas e até relação de funcionários para saber se existem irregularidades, encontra uma página simples, afirmando que a Folha de Pagamento está em construção.

No final de 2017, circulou em grupos de WhatsApp da cidade, informações de que o prefeito de Pinheiro mantinha uma lista de parentes na Folha de Pagamentos e que alguns chegaram a ganhar mais de R$ 100 mil reais em apenas um mês.

Desde então, o prefeito determinou que o conteúdo fosse retirado do ar, e ninguém nunca mais teve acesso as informações.

As informações permanecem escondidas da população.

O jornalista Jorge Aragão chegou a publicar o conteúdo, e revelou que entre os parentes, até a mãe do prefeito recebia salário de R$ 14 mil reais. (Reveja aqui)

Já o sogro Talvane Hortegal, que além de médico, é vice-prefeito de Chapadinha, segundo o blog do Jorge Aragão, teria recebido só no mês de setembro de 2017, R$ 149 mil reais. O valor é referente a três fontes – Hospital Antenor Abreu, Materno Infantil e PSF ).

Outro parente da pré-candidata e primeira-dama que também teria faturado alto segundo reportagem, foi o irmão de Thaíza, Kaio Hortegal. De acordo com a reportagem, o médico recebia R$ 82 mil reais.

Além do pai e do irmão de Thaíza Hortegal, o primo, Rafael Hortegal também teria faturado alto na prefeitura de Pinheiro, com salários de R$ 42 mil reais.