Vídeo: Vereadores denunciam farra com dinheiro público em São José de Ribamar.

Luís Fernando deverá explicar ao Ministério Público e a Câmara de Vereadores, por qual motivo preferiu gastar mais de R$ 160 mil para alugar ambulância que poderia ser comprada por menor valor.

Os vereadores Negão (PDT) e Moisés Gama (PRB), usaram a tribuna da Câmara, durante a última sessão, para denunciar a farra dos alugueis em São José de Ribamar. De acordo com as informações reveladas por Negão, é mentirosa a notícia de que a prefeitura comprou quatro novas ambulâncias.

Portando documentos que comprovam a farra dos alugueis, o vereador não mediu palavras para condenar o que a gestão do prefeito Luís Fernando vem fazendo com o dinheiro público em São José de Ribamar.

“Uma ambulância que se compra por R$ 160 mil aqui é alugada por R$ 161 mil, que conta doida que é essa? Aí o município aluga em 2017, 2018, 2019 e 2020, sendo que poderia comprar quatro ambulânicas em 2017, quatro em 2018, quatro em 2019 e quatro em 2020, e seria do município, porque do jeito que tá fazendo, não é do município, é da Medical. Isso só acontece aqui em Ribamar. Reconstrução desse jeito? Isso não é reconstrução, isso é destruição.” Destacou o vereador.

Durante o pronunciamento de Negão, o vereador Moisés Gama também se manifestou contrário a farra dos alugueis que acontece com o dinheiro público em São José de Ribamar.

“A nossa função aqui é de fiscalizar o executivo, e encontramos esse absurdo aí, ou seja, foram alugadas, as ambulâncias não pertencem ao município, após 12 meses elas vão embora. Ora, o valor do aluguel é R$ 161 mil reais, e o valor de uma nova é R$ 160 mil, isso é uma discrepância muito grande. Em quatro anos, o município deixa de comprar 16 ambulâncias que vão ficar, e com esses aluguéis, o município vai gastar quase R$ 2 milhões e meio, e as ambulâncias no final do mandato vão embora.” Disse o vereador Moisés Gama.

O Ministério Público deve ser informado da malversação do dinheiro público e o prefeito Luís Fernando (PSDB), deverá dar explicações convincentes do motivo que o levou a alugar ambulâncias de uma empresa de São Paulo, sendo que pelo mesmo valor poderia comprar as Unidades Moveis.

Farra com dinheiro público: Luís Fernando vai torrar mais de meio milhão de reais com a locação de quatro L200

Com o valor pago pelo aluguel de quatro caminhonetes, daria pra comprar cinco veículos idênticos, que fariam parte do patrimônio do município, e ainda sobraria troco de R$ 76 mil reais para a compra de uma pick-up média.

Parece que o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), não tem mais com o que gastar tanto dinheiro, e resolveu fazer uma verdadeira farra dos alugueis.  Dessa vez o prefeito vai torrar R$ 576 mil pela locação de quatro caminhonetes L200 Triton GLX.

A publicação foi feita na edição nº 140 do Diário Oficial do Município, do dia 25 de setembro, e deixou muita gente indignada com o tamanho do desperdício de dinheiro público.

Só pra se ter uma idéia do grande negócio da china que o prefeito resolveu fazer, por 12 meses de aluguel, sem motorista e sem combustível, a empresa Zucatelli vai faturar R$ 144 mil e 200 reais por cada veiculo.

Luís Fernando vai pagar R$ 144 mil reais pela locação de 12 meses de um veiculo que vale apenas R$ 100 mil.

O blog Maramais resolveu fazer uma breve pesquisa na concessionária Mitsubishi de São Luís, e verificou que o mesmo veiculo alugado pelo prefeito por R$ 144 mil, pode ser comprado na loja por R$ 100 mil, de acordo com a tabela Fipe.

Um verdadeiro tapa na cara do ribamarense, que já paga locação de som, palco, iluminação, carros para secretários, imóveis caríssimos, ônibus, ambulância, carro de passeio, caminhonete, e vem aí locação de impressora e notebook, mas isso é assunto para outra postagem.

FARRA DOS ALUGUÉIS: Luís Fernando aluga por R$ 646 mil, quatro ambulâncias que podem ser compradas por R$ 640 mil.

Se o prefeito mantiver esse contrato por quatro anos, gastará mais de R$ 2 milhões e meio com locação de Ambulâncias, e no final do seu mandato deixará a prefeitura sem nenhum veiculo para atender a população.

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), segue dando aula de como desperdiçar dinheiro público. Depois de ter alugado 66 veículos que servem aos secretários que moram em São Luís e custaram aos cofres municipais R$ 1 milhão e 600 mil, agora a farra dos alugueis se repete.

De acordo com a publicação do Diário Oficial de São José de Ribamar da última quinta-feira (10), Luís Fernando vai pagar R$ 646.800,00 pelo aluguel de quatro ambulâncias, sem motorista e sem combustível, durante o período de 12 meses. A empresa contratada para fornecer as quatro ambulâncias é a Medicar Assistência Domiciliar LTDA, com sede em Ribeirão Preto, São Paulo.

R$ 160 mil reais é o valor que custa cada ambulância comprada, segundo informações do Governo do Estado.

Com todo esse dinheiro, se o prefeito quisesse, compraria quatro Ambulâncias novinhas, como tem feito o Governo do Estado e a maioria das cidades, integrando ao município, patrimônio próprio.

Se Luís Fernando mantiver esse contrato durante os quatro anos, ao final, terá gasto R$ 2 milhões 584 mil reais, e não deixará nenhuma ambulância no município, deixando o próximo prefeito sem nenhum veiculo.

O preço de uma ambulância no padrão exigido para São José de Ribamar está cotado em R$ 160 mil reais, ou seja, quatro ambulâncias custariam R$ 640 mil reais, R$ 6 mil a menos do que o prefeito gasta para alugar.

Nas redes sociais, um dos servidores da assessoria de comunicação justificou o contrato afirmando que a locação é muito mais vantajosa e disse que a manutenção das ambulâncias custariam o preço de uma nova, R$ 160 mil reais.

Pelo visto, se a prefeitura for fazer manutenção dos veículos próprios da prefeitura, pela ótica desse servidor, haja dinheiro!

Outros contratos de locação:

Locação de R$ 66 veiculos – R$ 1 milhão e 600 mil reais

Locação de Palco e Som – R$ 3 milhões 694 mil reais