Instituto de Pesquisa inclui Rafael Leitoa em pesquisa para prefeito de Timon

O Instituto Data Max testou o nome do deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) em uma eventual disputa pela prefeitura de Timon. Registrada no TSE no dia 24 de janeiro, a pesquisa tem data prevista para divulgação na próxima quinta-feira (30).

Em setembro, durante entrevista a TV Meio Norte, o prefeito Luciano Leitoa (PSB) deu uma esfriada nos planos de Rafael Leitoa, ao afirmar que seu primo continuará na Assembleia e ajudará o próximo prefeito de Timon.

A pesquisa, que avaliará o nome de Rafael como plano A e da Secretária de Educação como plano B, deve ditar os rumos do grupo Leitoa no município.

Segundo dados do PesqEle, novo sistema de registro de pesquisas do TSE, a pesquisa ouviu 507 eleitores entre os dias 08 e 12 de janeiro, e teria sido contratada pela empresa Editora Central Nordeste, com sede em Teresina – PI.

Além do cenário espontâneo para prefeito e para vereador, o Instituto simulou cinco cenários e em apenas um, excluiu o nome do líder do governo Flávio Dino (PCdoB).

No primeiro cenário, o instituto inclui os nomes do ex-deputado Alexandre Almeira, do Comandante Schnneyder , Jaconias Moraes, Rafael Leitoa, Socorro Waquim e Vereador Henrique Júnior.

Secretária de Educação, Dinair Veloso; prefeito Luciano Leitoa e o deputado estadual Rafael Leitoa

Já no segundo cenário, o nome de Rafael Leitoa é substituído pelo da Secretária de Educação,  Dinair Velosos.

No terceiro cenário, com apenas quatro possíveis nomes, ficaram o Comandante Schnneyder , Jaconias Moraes, Rafael Leitoa e Socorro Waquim.

O Instituto também analisou esse mesmo cenário, sem o nome da ex-prefeita Socorro Waquim e um último cenário com apenas dois nomes: Comandante Schnneyder e Rafael Leitoa.

Além da intenção de votos, a pesquisa também mediu a rejeição dos pré-candidatos e a gestão do presidente Jair Bolsonaro; do governador Flávio Dino e do prefeito Luciano Leitoa.

Agora é aguardar o resultado.