Republicanos vazio em 2021, essa seria a promessa

Última cartada do trio Republicano na busca pelo cobiçado PSL

Essa quinta-feira (09), foi marcada pela presença intenção de políticos maranhenses em Brasília. O motivo da movimentação seria a efetivação oficial do apoio do PSL nas eleições municipais em São Luís.

Segundo informações de bastidores, os deputados Duarte Júnior (Republicanos) e Fábio Macedo (Republicanos), acompanhados do vice-presidente Carlos Brandão (Republicanos) e do pré-candidato a prefeito de Timon, Coronel Schnneyder estiveram com representantes do PSL Nacional.

Como última cartada para conseguirem o apoio do partido em São Luís e consequentemente em Timon, a informação extraoficial é de que o grupo teria prometido uma espécie de esvaziamento coletivo do Republicanos no próximo ano.

A promessa, apesar de ótima para o PSL, pode soar como prejuízo para o Republicanos, que neste caso, seria usado apenas para tentar eleger os possíveis candidatos maranhenses na eleição municipal de 2020, além de dar um giro de 360 graus com a suposta filiação coletiva do grupo, incluindo o vice-governador Carlos Brandão, ao PSL.

Isso porque com a saída de Dino em 2022, provavelmente para disputar a Presidência da República, o Maranhão deixaria de ser comandado pelo PCdoB e passaria para as mãos do PSL,  partido que elegeu Bolsonaro em 2018.

Mesmo com todas essas vantagens na mesa, parece que o grupo saiu de lá com sentimento de derrota.

Pelo visto, a sexta-feira (10), vai ser pautada por outra vitória junto ao desejado PSL, mas isso é post para logo mais.

Inácio Melo e Carlos Brandão vão em busca de investimentos para geração de emprego para o Maranhão

O empresário Inácio Melo (Cidadania) e o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos) estiveram nesta quarta-feira (11), em Brasília, onde se reuniram com o presidente do BRB – Banco de Brasília, Paulo Henrique Costa.

Criado em 1964, o BRB é a instituição financeira que mais concedeu crédito imobiliário no Distrito Federal, por este motivo, Inácio e Brandão vislumbram a possibilidade de trazer investimentos para o Maranhão, e assim, garantir o aquecimento do mercado imobiliário, o que garantirá geração de emprego para os maranhenses.

Em suas redes sociais, Inácio destacou o encontro. “Estive junto com nosso vice-governador Carlos Brandão no BRB para tratarmos de investimentos públicos e privados no setor empresarial do nosso Estado, para mais geração de renda e empregos para nossa população.” Destacou Inácio Melo.

 

Eleições 2020: Tudo pronto pra receber Duarte Júnior no Republicanos-10

Vem de Brasília a informação que já está tudo acertado, inclusive com o PCdoB, para que o pré-candidato a prefeito de São Luís, deputado Duarte Júnior deixe o partido que o elegeu deputado estadual na eleição do ano passado, para concorrer a prefeitura de São Luís no ano que vem, pelo Republicanos-10.

Contrariando a informação dada como certa no DF, Recentemente, em São Luís, o presidente estadual do PCdoB garantiu que Duarte não deixa o partido.

Tratado como “segundo piloto” no partido que tem, por diversos fatores, Rubinho (Rubens Júnior) como o pré-candidato preferido entre os comunistas, Duarte não quer perder tempo nem esperar 2024 para conquistar a confiança de seus companheiro e quem sabe, ser o candidato natural no ninho onde está.

Após namoro com o PL do deputado Josimar de Maranhãozinho, muito atrito com companheiros de parlamento e um princípio de faíscas com o nome mais importante do PCdoB na Assembleia, durante a novela do projeto Anticorte, foi em Brasília que Duarte encontrou sua provável nova casa.

No Republicanos (antigo PRB), o imberbe deputado só precisa lembrar que não é o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos) que dá as ordens, lá quem dita as regras é o deputado federal Cleber Verde e os líderes da Igreja Universal.

Para pousar no novo partido, Duarte já teria feito sua primeira exigência. Quer a presidência da Executiva Municipal, que hoje pertence ao apático Francivaldo Cordeiro Oliveira.

Como diria Jorge Aragão, é aguardar e conferir!

Em evento minguado, Carlos Brandão é confirmado pré-candidato ao governo do Estado

O PRB confirmou, durante encontro da Executiva Estadual, o nome do vice-governador Carlos Brandão como pré-candidato na disputa pelo Palácio, em 2022.

O anúncio pré-maturo, antes mesmo da eleição municipal de 2020, tem uma explicação. Carlos Brandão sabe que tem pela frente um “monstro de votos”, o senador Weverton Rocha (PDT), candidato natural em 2022.

Por este motivo, e cientes da dificuldade, nem os militantes do partido se animam com a ideia de Brandão…

Carlos Brandão vence a primeira, e PRE manda arquivar ação que questiona sua elegibilidade.

O primeiro capítulo da longa novela que deve se estender durante a eleição e após os resultados de outubro, teve seu primeiro vencedor neste sábado. O Procurador  Regional Eleitoral Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco arquivou a representação do MDB que pedia a impugnação do registro de candidatura do vice-governador.

O argumento usado pelo partido da candidata Roseana Sarney (MDB) é de que Brandão teria se tornado inelegível após assumir o comando do Governo do Estado em período vedado pela justiça eleitoral.

Já para o Procurador, Brandão continua elegível pois não teria cometido nenhuma irregularidade, “mas tão somente exerceu provisoriamente a função de governador em face das atribuições próprias do cargo que ocupava, o de vice-governador”.

Além do pedido do MDB, o deputado estadual Edilázio Júnior (PSD), que concorre a uma vaga na Câmara Federal também ingressou com pedido sustentando a mesma tese do partido da ex-governadora Roseana.

Edilázio Júnior ingressa com pedidos de impugnação dos registros de candidaturas de Flávio Dino e Carlos Brandão

O advogado e deputado estadual Edilázio Júnior (PSD), que também disputa uma vaga na Câmara Federal, protocolou no TRE-MA, neste sábado, 19, duas ações pedindo a impugnação das candidaturas do governador Flávio Dino (PCdoB) e do seu companheiro de chapa, Carlos Brandão (PRB).

Na tese defendida por Edilázio, Dino teria ferido a legislação eleitoral durante a convenção do PCdoB, que aconteceu no dia 28 do mês passado. De acordo com o documento, o procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia, teria sido escolhido como representante jurídico da coligação de forma irregular, uma vez que ainda ocupava a titularidade da PGE.

Maia foi exonerado três dias após a convenção, o que de acordo com o deputado, teria sido apenas uma tentativa de burlar o que prevê a legislação eleitoral.

Em sua segunda peça, Edilázio ataca a suposta inelegibilidade de Carlos Brandão, por ter assumido o comando do Poder Executivo Estadual em período vedado.

Madeira garante que PSDB irá destituir Brandão do cargo de presidente estadual do PSDB

Sebastião Madeira (PSDB), ex-prefeito de Imperatriz não poupou criticas ao vice-governador e atual presidente estadual da legenda. Em entrevista à rádio Mirante AM, na manhã desta sexta-feira, 03, Madeira voltou a afirmar que a direção nacional do partido deverá destituir Brandão da presidência estadual.

A convenção dos tucanos maranhenses está prevista para acontecer no dia 11 deste mês e Brandão é candidato à reeleição.

Para Madeira, Brandão usa o partido para fazer os gostos dos comunistas no estado, e aqueles que queiram continuar nessa linha, devem deixar o partido e filiar-se ao próprio PCdoB.

O ex-prefeito de Imperatriz não perdoou Brandão, e contra-atacou, afirmando que se alguém desceu de paraquedas no partido, basta colocar na balança a história dele e do próprio Brandão.

“Tenho história no PSDB. Me filiei em 1988 e minha ficha foi abonada por Mário Covas. Brandão se filiou em 2006. Ou seja, ele tem 11 anos de partido e eu 29. Então, pergunto: quem, de fato, desceu de paraquedas?” questionou Madeira.