Para Carlos Brandão, permitir a reeleição é um erro e fala em abuso da máquina administrativa a serviço de candidaturas

Baseado no pensamento da época, Carlos Brandão não concorreria a reeleição, pois julgava um erro.

A PEC 77/07 de autoria do agora vice-governador Carlos Brandão (PSDB), revela o que o tucano pensava em 2007, quando exercia o cargo de deputado federal na base contra o ex-presidente Lula (PT).

De acordo com documentos públicos acessíveis no site da Câmara Federal, Carlos Brandão queria acabar com a reeleição de governadores e classificava o instrumento constitucional um erro.

Em reportagem publicada no período em que a PEC tramitou e não prosperou, Carlos Brandão falou em abuso da máquina administrativa posta a serviço de candidaturas.

“Mais grave, contudo, é o abuso da máquina administrativa, posta a serviço de candidaturas, em total confusão entre as esferas pública e privada”, disse Carlos Brandão à Agência Câmara.

Agora, como vice-governador e grande interessado, Brandão tem usado o prestigio e a estrutura da máquina para tentar viabilizar-se candidato do grupo Flávio Dino (PSB), e quem sabe, tentar a reeleição, caso seja o nome escolhido, contrariando seu próprio pensamento.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *