“Nosso grupo não irá votar em Flávio Dino”, anuncia Weverton

A decisão mais correta e esperada dos últimos meses, aconteceu nesta sexta-feira (29), durante entrevista concedida pelo senador Weverton Rocha (PDT).

Questionado sobre a posição do grupo para o senado, Weverton confirmou o que já se esperava, depois das sequências de ataques covardes do grupo liderado pelo ex-governador Flávio Dino (PSB).

“A questão da candidatura ao Senado você tem até a convenção para poder resolver. Uma coisa o nosso grupo já tomou a decisão política: nós não vamos votar no Flávio Dino. Depois de tudo que ele fez e a forma agressiva, dura, difícil. Não tem como. Essa opção que ele fez, o caminho que ele procurou percorrer não é o nosso. Então, nós não temos como estar juntos. Agora o candidato nós iremos discutindo”, anunciou Weverton.

Como se sabe, Dino tem agido contrário ao posicionamento do grupo que até o final do ano, era genuinamente de esquerda.

Além de tomar do PSB de forma brutal e desrespeitosa do ex-prefeito Luciano Leitoa, não cumpriu a carta compromisso, e para piorar, tem assistido o seu pré-candidato, o governador Carlos Brandão (PSB), genuinamente de direita, cercar-se de velhos políticos que não representam o sentimento do grupo que esteve com Dino até sua renúncia.

Para se ter uma ideia, quem pensa, planeja, “traça acordos em salas fechas” e executa quase tudo, são os ultrapassados Sebastião Madeira, Luís Fernando e Zé Reinaldo.

O anúncio de Weverton foi festejado até por aliados de Dino, que andam decepcionados com o ex-governador.

O seu endereço de e-mail não será publicado.