Márcio Jerry assume a responsabilidade de manter grupo unido

O presidente estadual do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry, assumiu para si, o desafio de manter o grupo unido visando a eleição de 2022.

Em entrevista ao programa Ponto e Virgula, e em postagem em suas redes sociais, o lema foi o mesmo: União.

De acordo com Jerry, é possível repetir  a mesma estratégia que garantiu a vitória ao grupo nas eleições de 2012, 2014, 2016, 2018.

Em 2020, quando o vice-governador Carlos Brandão (PCdoB) adotou a estratégia de espalhar, antecipando a eleição de 2022, o resultado foi uma derrota para a base do PCdoB.

Agora, Jerry retoma as rédeas e deve manter o grupo unido e trabalhar para que haja apenas uma candidatura.


Mais próximo do senador Weverton Rocha (PDT), do que do vice-governador Carlos Brandão, Jerry será o responsável por minimizar os ânimos, pelo menos durante os próximos 12 meses.

Para isso, tem adotado uma rotina diária de diálogo com nomes próximos aos dois pré-candidatos ao governo.

Essa semana, por exemplo, conversou com os irmãos Glalbert e Gil Cutrim (PDT), ambos da base de Weverton, e também  recebeu o ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando, defensor do nome de Brandão.

Pelo visto, Márcio Jerry saíra gigante até o final do ano, quando já se espera ter um nome decidido no grupo, o que lhe dará o título de exímio apaziguador, e quem sabe a indicação para compor chapa, o que só deve acontecer caso o nome escolhido seja o de Weverton, uma vez que a vaga de vice ficará aberta, já que Brandão já foi reeleito vice e não pode concorrer mais  uma vez no mesmo cargo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *