Pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar dá “puxão de orelha” em ex-vereador.

O advogado criminalista Dr. Edson Júnior (PSD), pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar deu o que podemos chamar de uma verdadeira puxada de orelha no macróbio advogado Zé Lima, ex-vereador que encerrou sua carreira política com derrota na eleição de 2012.

Em 2014, com apoio do ex-prefeito Gil Cutrim, Zé Lima assumiu como vereador por alguns meses…

Parente, como é popularmente conhecido na cidade balneária, faz parte dessa nova geração de políticos que interagem com o cidadão pelas redes sociais, e resolveu fazer uma pergunta para o público que o segue.

No seu perfil no facebook, o pré-candidato a prefeito perguntou ao internauta: Qual o interesse do vice-governador Carlos Brandão em indicar Luís Fernando para ser secretário no governo de Flávio Dino?

A pergunta de Edson Jr. era legitima já que vários blogs ligados ao prefeito Luís Fernando noticiaram a sondagem, inclusive, a própria assessoria de comunicação do prefeito confirmou, segundo publicações dos jornalistas Diego Emir, Jhonn Cutrim e Gilberto Leda. O próprio editor deste blog foi o primeiro a confirmar que Luís Fernando decidirá se deixa ou não a prefeitura até segunda-feira.

Para surpresa de Edson Jr. o ex-vereador direcionou a metralhadora para o pré-candidato e comentou: “Fake News orquestrada pelas mariposas!”

Ofendido com a acusação, o pré-candidato a prefeito, seguindo seu jeito duro quando é para ser, respondeu na lata para o ex-vereador: “Vai prá lá babão! Tu tá pensando que eu sou esses vereadores que tem medo de você? Tú estás enganado!”. Respondeu Edson Jr.

No melhor estilo “frouxo”, Zé Lima se retratou. “Me desculpe, meu caro, jamais quis lhe ofender!”

Ex-oposição de Luís Fernando, hoje Zé Lima bate-palma e diz saúde para qualquer espirro do prefeito. Na cidade, o comentário é que uma indicação de emprego do ex-vereador seria a justificativa para tanta bajulação.

Quem acompanha a política do município, sabe que no passado, Zé Lima foi editor de um pasquim  que atacava o prefeito constantemente.