Assessor de Comunicação do Prefeito Eudes Sampaio defende superfaturamento de 375% no álcool em gel

O Assessor de Comunicação do Prefeito Eudes Sampaio (PTB), entrou em uma polêmica envolvendo uma suposta compra de 800 unidades de álcool em gel. Em uma “briga” virtual com o ex-vereador Teté Vieira, que vem denunciando o suposto superfaturamento, o assessor do prefeito, que tem informações privilegiadas, deu a entender que está tudo dentro da normalidade na gestão municipal em relação ao contrato alvo da denúncia.

Teté fez acusações gravíssimas de um contrato de R$ 130 mil reais para aquisição de material hospitalar, dentre eles, 400 unidades de álcool em gel  com preço de R$ 37,80 cada unidade de menos de meio litro e outras 200 unidades de álcool em gel, galão de 5 litros, ao preço de R$ 234,10.

Segundo pesquisa realizada pelo ex-vereador em supermercados da capital, o valor do contrato estaria com superfaturamento de 323% na unidade de 440gr e de 375% nos galões de 5 litros.

O blog fez a mesma pesquisa e encontrou os mesmos produtos por R$ 11,70 o álcool em gel de 440gr e por R$ 62,39 o galão de 5L, confirmando as denúncias contra a gestão do prefeito Eudes Sampaio.

Defesa do assessor agradou apenas o prefeito, mas não convenceu a população de São José de Ribamar

Em resposta as graves denúncias, o imberbe Assessor de Comunicação respondeu ao ex-parlamentar. “Você sabe mais que eu como funciona essas questões. Os preços oferecidos no supermercado não são os mesmos para licitação.” Disse.

Teté retrucou, “Nos supermercados, vendem em unidade, nas licitações, por quantidade, por isso, esse valor deveria ser ainda bem menor do que os do supermercado.” Disse.

Toda compra foi realizada com dispensa de licitação, amparado no Decreto de Estado de Calamidade Pública.

A polêmica é apenas parte do que será investigado pela CPI do Coronavírus, instalada pelos vereadores de São José de Ribamar na manhã desta quarta-feira (07), e que deve investigar para onde o prefeito está destinando os mais de R$ 35 milhões recebidos nos últimos dois meses.

Teté Vieira pode disputar prefeitura de Ribamar pelo PV

A informação é cada vez mais forte nos bastidores da política local. Amigo de longas datas do ex-deputado federal Sarney Filho (PV), o ex-vereador Teté Vieira não esconde de ninguém o desejo de comandar o partido no município.

Com a saída de Beto das Vilas do PV para o Republicanos, por onde o presidente da Câmara disputará a prefeitura do município, o PV seria o caminho natural para Teté viabilizar sua candidatura a prefeito do município.

Em janeiro, o blog Maramais já havia publicado com exclusividade o desejo do ex-vereador em derrotar o atual prefeito Eudes Sampaio (PTB).

Aliás, mesmo com agenda corrida em diversos estados da federação e até outros país, sempre que está em São José de Ribamar, Teté não deixa de tecer duras criticas ao caos administrativo vivido no município.

Caso o empresário confirme oficialmente a pré-candidatura, Eudes pode se preparar, pois certamente deverá ser alvo de denúncias graves.

 

Exclusivo: Teté Vieira será candidato a prefeito de São José de Ribamar

O ex-vereador Teté Vieira (PV), que amargou derrota nas urnas em 2016, quando obteve pouco mais de 500 votos com apoio do ex-prefeito Luís Fernando, está decidido a disputar o cargo de prefeito do município de São José de Ribamar e enfrentar seu ex-aliado Eudes Sampaio (PTB), que já foi alvo de duras críticas.

A decisão foi tomada depois da polêmica matéria envolvendo a venda de uma luxuosa aeronave modelo Embraer Legacy 650, no valor de R$ 44 milhões de reais.

O próprio Teté mandou um amigo íntimo de viagens avisar o editor do blog. “Diz pra ele que serei Prefeito de São José de Ribamar”. Disse o ex-vereador que ficou conhecido pelas fotos pós farras em Barreirinhas.

No curriculum, além de ex-vereador do município, Teté Vieira acumula experiências com corte de bolo, quando exerceu o cargo de-assessor da prefeitura, e ex-secretário de Paço do Lumiar, na gestão da ex-prefeita Bia Aroso.

Teté Vieira põe à venda luxuoso avião de R$ 44 milhões

O ex-vereador Teté Vieira (PV), que ficou conhecido no município por suas festas estravagantes em Barreirinhas e que vive uma vida de luxo bem distante do maranhão desde que amargou derrota nas urnas em 2016, quando tentou ser reeleito, usou suas redes sociais para tentar vender um luxuoso avião.

Teté ficou conhecido em São José de Ribamar após fotos de festas em Barreirinhas

A luxuosa aeronave é um modelo Embraer Legacy 650, fabricado em 2010 com capacidade para 15 pessoas e de alcance internacional.

O modelo está avaliado em cerca de R$ 10 milhões de dólares, algo em torno de R$ 44 milhões de reais.

Na sua conta no Instagram, o ex-vereador postou fotos externas e internas da aeronave com a legenda “Espetáculo – Interessados no Direct”.

O modelo é o mesmo usado pelo governador de São Paulo, João Dória (PSDB) e pode ir de São Paulo a Miami sem escala.

Não se sabe se o avião é do próprio Teté, que após a derrota nas urnas assumiu o cargo de assessor do ex-prefeito Luís Fernando com salário de pouco mais de R$ 4 mil reais e chegou a ser cortador de bolo ou se o ex-vereador virou vendedor de avião…

Durante sua passagem como funcionário da prefeitura, uma das poucas aparições do ex-vereador foi como cortador de bolo

Vídeo: Depois de virar deputado federal em balada, agora Teté vira filho de Sarney

Após ser anunciando como Deputado Federal, em camarote vip de balada candanga, agora o ex-vereador de São José de Ribamar, Teté Vieira (PV), aparece novamente em vídeo, desta vez, sendo apresentado como filho do ex-presidente José Sarney.

O vídeo foi gravado por Galeguinho das Encomendas, uma espécie de Digital Influencer que tem mais de meio milhão de seguidores.

Em um papo sobre a operação Lava-Jato, logo em seguida Teté é apresentado como filho de Sarney.

Tradicional e reservado, o ex-presidente José Sarney não deve ter gostado nenhum pouco da brincadeira..

Piada: Em baladas de Brasília, ex-vereador Teté Vieira vira deputado federal

Longe do Maranhão, o ex-vereador é apresentado como deputado federal

O ex-vereador de São José de Ribamar Teté Vieira (PV), que não conseguiu ser reeleito no pleito de 2016, quando obteve míseros 514 votos, tá tirando onda nos camarotes de Brasília.

Em vídeos que circulam na internet, o locutor anuncia o ex-vereador como Deputado Federal.

Por lá, parece que Teté ainda não extrapolou como aconteceu em Barreirinhas anos atrás, quando o ex-vereador estampou manchetes de blogs em cenas nada republicanas.

Agora, anunciado em festas de Brasília como deputado federal, o episódio me fez lembrar aquele filme, que conta a história do ex-golpista Marcelo Nascimento da Rocha, que entrava em baladas e camarotes vips, se passando por pessoas famosas.

O locutor nem sonha que Teté não conseguiu sequer ser reeleito vereador do município de São José de Ribamar.

Confira o vídeo:

Empresa da família do ex-vereador Teté Vieira vai faturar R$ 250 mil para fornecer água para prefeitura de Ribamar

Após postar fotos da situação caótica em que vive o município de São José de Ribamar, o  ex-vereador Teté Vieira (PV) já pode comemorar mais um gordo contrato para empresa de sua família, a Transágua, localizada no bairro da Maiobinha, em São José de Ribamar.

O prefeito Eudes Sampaio contratou a empresa da família do ex-vereador e ex-assessor do ex-prefeito Luis Fernando, pela bagatela de R$ 251 mil reais.

Por todo esse dinheiro, a empresa terá que fornecer água potável em carro pipa para as Unidades de Saúde e o setor administrativo da Secretaria Municipal de Saúde.

Leia também:

Teté Vieira reaparece em São José de Ribamar e lamenta descaso da gestão Eudes Sampaio

 

Ex-vereador Tete Vieira reaparece e lamenta descaso da gestão Eudes Sampaio em Ribamar

Faltando pouco mais de um ano para a eleição, quem voltou a rodar pelo município de São José de Ribamar este final de semana foi o ex-vereador Teté Vieira (PV). Em suas redes sociais, o ex-parlamentar publicou uma foto onde visita algumas lideranças do bairro Vila Sarney Filho II.

Assustado com o completo abandono da gestão do ex-prefeito Luís Fernando Moura da Silva (PSDB) e do atual prefeito Eudes Sampaio (PTB), o agora dono de Agência de Publicidade mostrou a situação de destruição em que se encontra as ruas por onde passou, e com “emotion”, lamentou.

Relembre: Em 2016, Teté ligou para um programa de Rádio e disse o que pensava sobre o agora prefeito Eudes Sampaio…

O dia que Teté virou cortador de bolo na gestão Luís Fernando…

Sumido desde que sofreu vergonhosa derrota nas urnas, em 2016, com míseros 500 votos, Teté chegou a ser nomeado para o cargo de Assessor do ex-prefeito Luís Fernando, onde apareceu publicamente como cortador de bolo e, decepcionado com a desastrosa gestão realizada pelo ex-prefeito, acabou pedindo demissão em agosto do ano passado e criou a Agência Mega.

Decepcionado com gestão desastrosa do ex-prefeito Luís Fernando, Teté pediu pra ser exonerado…

Agora, próximo ao pleito de 2020, o ex-vereador volta a passear pelo município, e deve candidatar-se mais uma vez.

Histórico do ex-vereador Teté Vieira

Em 2008, após passagem rápida como secretário adjunto de infraestrutura da ex-prefeita Bia Aroso, em Paço do Lumiar, o jovem Elias Rebelo Vieira Júnior, tenta, pela primeira vez, eleger-se vereador de São José de Ribamar.

Contando apenas com o apoio do ex-prefeito Luis Fernando, Elias, que na época era chamado de Teté Sabóia, tem um começo fracassado, e não ultrapassa a casa dos 300 votos.

Em 2012, Teté volta a candidatar-se para o cargo de vereador em Ribamar e, com o apoio integral do ex-prefeito Gil Cutrim (PDT), obtém votação histórica de 1683 votos, sendo o terceiro vereador mais bem votado.

Após eleição, o ex-vereador deixou o cargo subir à cabeça e passou a protagonizar cenas nada republicanas durante o período em que era vereador.

Reveja fotos, vídeos, áudios e reportagens: O blog do Domingos Costa chegou a publicar fotos e vídeos.

Em 2016, com apoio do ex-prefeito Luís Fernando, Teté garantia que ultrapassaria a casa dos 5 mil votos, mas despencou de 3º vereador mais bem votado (em 2012) para 51º em 2016, amargando vergonhosa derrota.

Agora, tudo indica que Teté está de volta…

Assessor de Luís Fernando cria empresa para oferecer serviço de locação de Carro, Palco, Som e Publicidade.

Depois que virou assessor especial do prefeito, Teté tomou conhecimento dos contratos milionários para locação de carro, palco, som e publicidade institucional, o que deve ter motivado a criação de sua empresa Agencia Mega, uma alusão ao prêmio milionário da Caixa Econômica Federal, Mega Sena.

O ex-vereador Teté Vieira (PV), que após sofrer vergonhosa derrota em 2016 e ser nomeado como assessor especial do prefeito Luís Fernando, aproveitou o cargo para se interar de um ramo lucrativo, o de ofertas de serviços de palco, som e publicidade para a prefeitura de São José de Ribamar.

Para se ter uma ideia, em fevereiro deste ano, o prefeito assinou contrato com a empresa Núcleo Arquitetura e Eventos, para gastar R$ 2 milhões, 943 mil com locação de palco e som para os eventos ribamarenses. Em 2017 o contrato foi de R$ 3 milhões 694 mil reais.

Já na área de Propaganda e Publicidade, em setembro do ano passado Luís Fernando contratou a AG10, pelo montante de R$ 1 milhão e 800 mil reais. Juntos, os dois contratos somam quase 5 milhões em um único ano, podendo superar a casa dos 20 milhões no final do mandato do prefeito ribamarense.

Será que Luís Fernando terá coragem de contratar a empresa do ex-vereador? Estamos de olho!

A possibilidade de contratos milionários deve ter motivado o assessor especial do prefeito a criar no mês passado, a Mega, agencia de publicidade que também pretende fazer locação de palco e som.

A empresa de Teté, seguidor do grupo Sarney há décadas também mira em outras duas áreas.

A primeira é a de pesquisa de Opinião, que deve, logo em breve, começar a atuar em pesquisas eleitorais.

Já a segunda área, é outra que tem sido muito criticada em São José de Ribamar. Trata-se da locação de veículos, que já consumiu alguns milhões dos cofres ribamarenses.

Resta saber agora se o primeiro contrato será o da prefeitura de São José de Ribamar.

A polêmica do “bolo de ouro” de R$ 7 mil e 875 reais de São José de Ribamar.

O Bolo custou quase R$ 8 mil reais para os cofres municipais.

Desde que o advogado Edson Júnior, tornou público o contrato realizado pelo Prefeito Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), que pagou R$ 7 mil 875 reais pelo Bolo de aniversário da Cidade, o assunto tem rendido nos quatro cantos do município. O ex-vereador Teté Vieira (PV), foi o primeiro a sair em defesa, e garantiu que o bolo teria 65 metros (ninguém mediu pra saber o tamanho ou o peso), e seria da melhor qualidade, porque segundo ele, bolo barato é “caganeira certa!” disse Teté, que agora é assessor especial do prefeito de São José de Ribamar.

Segundo Teté, a justificativa de tanto dinheiro gasto com o bolo é que, segundo o assessor de Luís Fernando, bolo barato é “caganeira certa!”

O tema rendeu, e a grande queixa dos ribamarenses não foi o valor do quilo ou do metro do bolo, mas o exagero e o desperdício de dinheiro público.

“É muita vontade de gastar o dinheiro do povo. Com quase R$ 8 mil reais daria pra fazer coisa mais importante do que comprar um bolo apenas para chamar atenção.” Disse o vendedor de peixe Adalton Dias.

No início da noite deste domingo, 24, o ex-vereador Teté se vestiu a caráter, e, no melhor estilo “auxiliar de cozinha”, participou da entrega do polêmico bolo de ouro.