Após boicote municipal, time do São José fará amistoso hoje em São Luís

Perseguido pela gestão municipal, presidente do Peixe-Pedra consegue apoio, e amistoso será realizado hoje.

Depois da novela envolvendo o time do São José e a gestão do prefeito Luís Fernando (PSDB), que segundo o presidente do time, Paulo Campineiro, fez de tudo para boicotar a equipe (leia aqui), fechando os portões do Estádio durante a apresentação dos atletas, e negando autorização para que o time realizasse o amistoso com a equipe do Americano, marcado para hoje, 14, na casa do Peixe-Pedra, ontem a tarde (13), o próprio presidente da equipe ribamarense anunciou que a novela chegou ao final.

Segundo Campineiro, com a ajuda do ex-prefeito Gil Cutrim (PDT), o amistoso será realizado logo mais, as 15h3, no Estádio Nhozinho Santos, em São Luís.

“Amigos, o amistoso do São José será realizado neste domingo, as 15h3, no Nhozinho Santos, contra a equipe do Americano. Nosso amigo Gil Cutrim conseguiu prá gente. Portões abertos! Convido todos pra conhecer o time.” Anunciou Paulo Campineiro.

O Estádio Municipal Dário Santos foi reformado e ampliado na gestão do ex-prefeito, quando ganhou estrutura para receber jogos do campeonado maranhense.

O próprio Gil Cutrim, que tem uma história com o futebol maranhense, e já comandou a equipe do Moto Club, se pronunciou em suas redes sociais.

“Sempre ajudei o esporte ribamarense, especialmente o São José. Não seria diferente agora! Se “eles” perseguem, nós fazemos exatamente o contrário. Conte comigo sempre. Avante Peixe-Pedra!” alfinetou o ex-prefeito, falando claramente da perseguição que o Time do São José vem sofrendo pela administração municipal.

Leia também:

Presidente do São José revela boicote por parte da Prefeitura Municipal

Assista o vídeo em que Paulo Campineiro revela a perseguição que o São José vem sofrendo.

Presidente do Peixe-Pedra denuncia boicote por parte da Prefeitura municipal.

O presidente do Peixe-Pedra, como é conhecido o time do São José de Ribamar, usou as redes sociais para desabafar que vem sofrendo perseguição e boicote por parte da gestão municipal. Desde que assumiu a presidência do time, Paulo Campineiro vem sofrendo boicotes de funcionários da prefeitura, responsáveis pelo Estádio Municipal Dário Santos.

O primeiro episódio aconteceu na apresentação do time, quando os portões e vestiários permaneceram fechados, prejudicando a festa de apresentação oficial do time.

Agora, de acordo com a denúncia de Campineiro, funcionários da prefeitura trabalham para que o amistoso contra o time do Americano, marcado para acontecer neste domingo, 14, não aconteça.

Indignado, Campineiro desabafou em suas redes sociais, e uma corrente de amigos passou a apoiar o time, que, segundo o presidente, vem sofrendo perseguições da gestão do prefeito Luís Fernando.

“Fico triste com uma meia dúzia de gente que tem nessa administração. O secretário adjunto de esporte que está a todo custo querendo atrapalhar a gestão do povo no São José.” Desabafou o presidente do time.

Paulo ainda fez outra denuncia mais grave ainda. De acordo com ele, a secretária do prefeito, conhecida como Gisele, deu ordens para não receberem nenhum oficio do time, o que pode consistir em crime de Prevaricação, indo contra os princípios da impessoalidade, eficiência e celeridade. “Depois da secretaria de gabinete do prefeito não deixar um oficio do time ser protocolado ontem, quando a diretoria estava pedido liberação do estádio para um amistoso que seria realizado no próximo domingo, contra a equipe do Americano, amistoso esse que seria cobrado, para ajudar nas despesas do time.” Denunciou o presidente do time.

Ainda de acordo com a denuncia de Paulo, o secretário adjunto de esporte, conhecido como Lukar, afirma que está apenas cumprindo ordens.

Conversamos com o presidente do time que garantiu que fará o possível e impossível para a realização do amistoso no domingo, mesmo com todas as forças da Gestão Municipal contra o time do São José.