Vereador de Ribamar vai à casa de Sarney, tieta Roseana e após pressão de Bira, diz que foi enganado.

Vereador Salis com sorriso amarelo ao lado de Flávio Dino e do seu padrinho Bira do Pindaré, e ao lado de Roseana com largo sorrio igual ao de quem ganhou R$ 1 milhão na mega-sena.

Parece piada de quinta categoria, mas o vereador Cássio Salis (PSB), do município de São José de Ribamar, através de sua assessoria, divulgou uma nota daquelas que podemos considerar a mais mequetrefe possível, tentando justificar o injustificável.

Após matéria do blog Maramais, publicada nesta quinta-feira, 19, e que pautou a maioria dos blogs da capital, onde revelamos com exclusividade a ida do pupilo do deputado Bira do Pindaré à casa do ex-presidente José Sarney (MDB), declarar apoio ao grupo da ex-governadora Roseana Sarney, sua assessoria e o próprio vereador Professor Cássio Salis, como gosta de ser chamado o ACE – Agente Comunitário de Endemias, depois de uma pressão e no melhor estilo “chantagem”, teria voltado atrás e anunciado que a foto onde é flagrado tietano Roseana e o irmão Zequinha Sarney não condizia com os fatos, e pasmem, o afobado vereador alega ter sido enganado pelo presidente da Câmara.

“Na verdade o que aconteceu foi que Beto das Vilas, que pertence ao mesmo partido de Sarney Filho e é aliado do clã, enganou a maioria dos vereadores que foram à reunião. Em momento algum ele comunicou que o encontro teria a presença dos filhos de José Sarney.” Diz a nota, sugerindo que Cássio Salis, que foi à mansão dos Sarneys, acertou apoio ao grupo e ouviu o que foi buscar, inclusive pousando para foto ao lado de Roseana e Sarney Filho, feliz da vida como se tivesse ganhado R$ 1 milhão na mega-sena, tenha sido enganado por Beto das Vilas.

O vereador, com toda sua expertise, após receber ligação do deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) ameaçando cortar suas regalias, tratou de espalhar nota em blogs da capital, e afirmar que seus candidatos na verdade são o próprio Bira do Pindaré (PSB), que tentará uma vaga na Câmara Federal, Rafael Leitoa (PDT), que tentará se reeleger deputado estadual e o governador Flávio Dino (PCdoB).

Sabido como Salis sempre foi, só omitiu seu candidato a senador, acertados com todos os pontos e vírgulas na mansão do Sarney.

Com a nota, o novato vereador pretende garantir, dentre outras coisas, a manutenção da indicação no IEMA de São José de Ribamar do qual já foi Diretor e na Fundação Sousândrade, que estão na mira do Ministério Público. Mas isso é assunto para outra matéria.