Filho do ex-senador Lobão é preso em nova fase da operação Lava Jato

Márcio Lobão, filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão, foi preso na manhã desta terça-feira (10) na 65ª fase da Lava Jato, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF). A prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado e foi efetuada no Rio de Janeiro (RJ).

A nova etapa da operação investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro proveniente de pagamento de vantagens indevidas relacionadas à Transpetro, que é subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

Segundo o MPF, Márcio Lobão e Edison Lobão solicitaram e receberam propinas dos Grupos Estre e Odebrecht em R$ 50 milhões entre 2008 e 2014.

O mandado de prisão foi expedido contra Márcio Lobão porque, conforme o MPF, há indícios de que ele permanecia praticando o crime de lavagem de dinheiro em 2019.

Operação Galeria

Esta nova fase da Lava Jato foi batizada de Operação Galeria. Além do mandado de prisão, há 11 de busca e apreensão. As ordens judiciais são cumpridas em São Paulo (SP), no Rio de Janeiro e em Brasília (DF).

E.G.I vai faturar mais de R$ 1 milhão com aluguel de salas para prefeitura de São José de Ribamar

A empresa felizarda é de propriedade da família do irmão de Ana Carla Quental, amiga pessoal do ex-presidente José Sarney e ex-esposa de Astrogildo Quental, que foi secretário de Obras do ex-governador Edison Lobão

Os donos da E.G.I Empreendimentos Imobiliários, inscritas na Receita Federal com CNPJ 10.437.410/0001-58, empresários Euller Tácito Dias de Almeida Andrade Filho e Gabriel Costa Ferreira Andrade não tem do que se reclamar quanto a generosidade do ex-prefeito Luís Fernando e do atual prefeito Eudes Sampaio. Desde 2017, a empresa já faturou mais de R$ 770 mil reais só com a locação de salas de um imóvel localizado no Outeiro, no mesmo prédio onde também funciona a Caixa Econômica Federal.

Só em um contrato, a empresa já faturou mais de R$ 700 mil reais com locação das salas

De acordo com publicação do Diário Oficial de 25 de julho deste ano, o Contrato nº 462/2017 – Sempaf está em seu terceiro aditivo, com reajuste de 6,52% no valor, que agora passa dos R$ 239 mil anual. Segundo as informações oficiais, essa fortuna toda seria pela locação das salas na onde funcionam a Secretaria de Educação e a Secretaria de Obras do Município.

Por mais esse espaço, o município realizou novo contrato de mais de R$ 87 mil por ano

Não satisfeitos com tanto custo para os cofres públicos do município, a prefeitura realizou um novo contrato com a empresa, para locação de uma pequena sala no térreo, onde funcionaria o atendimento ao público. Pelo contrato, a prefeitura paga mais R$ 87 mil reais por ano, como pode ser conferido no Diário Oficial do Município de 01 de fevereiro de 2019.

Os dois contratos juntos, custarão ao bolso dos ribamarenses mais de R$ 1 milhão e 100 mil reais até o final da gestão do prefeito Eudes Sampaio (PTB), que terminará no próximo ano.

Em tempo

O município vive um completo caos administrativo, com serviços de péssima qualidade e infraestrutura com ruas completamente intrafegáveis. Cobrado pela população, Eudes Sampaio insiste em afirmar que o município não tem dinheiro

Leia também

No Araçagy, Prefeito Eudes Sampaio mantém aluguel de sala ao custo de R$ 5 mil por mês, sem nenhum uso

São José de Ribamar receberá mais de R$ 10 milhões extras; prefeito reclama que município não tem dinheiro

 

Eleições 2018: Levantamento aponta que apenas 1 dos possíveis candidatos ao Senado, está do lado do que pensa a população.

Apenas Weverton Rocha tem votado conforme indicadores do pensamento da população brasileira.

O levantamento feito com exclusividade pelo blog Ribamais, com base em pesquisa realizada pelo Ibope, as vésperas da sessão que decidiu pelo arquivamento do processo por corrupção contra Temer, e as ações dos senadores e deputados que pretendem disputar as eleições no próximo ano, revela que apenas um possível candidato, comunga com o pensamento da maioria da população.

O Ibope mostrou que 81% dos Brasileiros queriam que fosse aberto processo de investigação contra o Presidente Michel Temer, e, segundo os dados, 79% dos entrevistados afirmaram que, quem votasse a favor de Temer, seria corrupto também.

Na Câmara Federal, três deputados da bancada maranhense já demonstraram intensão em disputar uma vaga ao Senado; Sarney Filho (PV), Weverton Rocha (PDT) e José Reinaldo (PSB). Apenas Weverton Rocha votou contra Temer, e acompanhou o pensamento da maioria da população.

Outros nomes aparecem como pré-candidatos, entre eles, o do Senador Lobão (PMDB) e o do seu filho, o suplente de senador, Edinho Lobão (PMDB). Ambos, também acompanham o grupo de apoio a Temer, e em outra votação, a que autorizou a Reforma Trabalhista, foram contra o que pensa a maioria da população.

Na sessão da Câmara que aprovou a reforma, mais uma vez, apenas Weverton Rocha ficou do lado dos trabalhadores e votou contra a reforma que tirou direitos trabalhistas e fragilizou ainda mais o futuro da previdência pública.