Prefeiro Dr. Lahésio Rodrigues diz o que muitos prefeitos tem medo de falar para Flávio Dino

O prefeito do município de São Pedro dos Crentes, Dr. Lahésio Rodrigues (PSDB), em mais um ato de coragem, voltou a botar a boca no trombone e acusar o governador Flávio Dino (PCdoB) de perseguição política. Lahésio postou um novo vídeo em suas redes sociais, no qual relata com detalhes tudo que o município vem sofrendo desde que Flávio Dino assumiu o governo.

Lahesio Rodrigues afirmou que Dino suspendeu todos os convênios que foram firmados pela gestão da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) com a prefeitura, entre eles, um que tinha como objeto a construção do estádio municipal.

Segundo o prefeito, a construção de uma escola foi iniciada através de convenio entre a prefeitura e o Governo do Estado. A construção foi concluída, a escola funciona há mais de um ano e até agora o Governo não terminou de pagar o convênio.

“Além de nunca ter conveniado nada conosco, ele ainda cortou os convênios que já existiam”, disse o gestor.

Para piorar a situação, o que, segundo Rodrigues, se confira em um ato de perseguição, Secretarias Estaduais estão enviando à prefeitura documentos (intimações) solicitando informações justamente sobre os convênios que foram paralisados.

Lahércio também alerta para uma pratica comum em todo o Estado, onde policiais contam com o apoio dos prefeitos que garantem alimentação, combustível para as viaturas e em alguns casos, até o aluguel das delegacias.

 “Eu nunca remunerei policiais. Eu alimento os policiais do Flávio Dino. Eu vou comprovar vinte anos de despesa do município com o pagamento de combustível [para viaturas]. Vou provar também que é a prefeitura quem paga o aluguel do prédio onde funciona a delegacia”, relatou.

E concluiu dizendo exatamente o que muitos prefeitos de municípios pequenos tem medo de falar diretamente para o Governador.

“Você pode tentar me intimidar, viu governador. Mas me derrubar você não vai conseguir. Você pode tentar me intimidar, mas me destruir você não vai conseguir. Você pode tentar me intimidar, mas votar em você nunca mais eu vou votar”, completou.

Veja o vídeo: