Trizidela da Maioba: Vereador Juliano diz que já havia feito indicação duas vezes e revela perseguição

O imbróglio envolvendo um assessor de comunicação da Prefeitura de São José de Ribamar que é militante do MDB, partido de oposição ao PCdoB do deputado estadual Duarte Junior, revelou o regime de perseguição que era praticado gestão do ex-prefeito Luis Fernando (PSDB) e que prejudicou todos os bairros do município, e que se mantém na atual gestão, comandada pelo empresário cearense Eudes Sampaio (PTB).

Ao publicar em sua rede social mais uma vitória fruto de seu empenho, o deputado comunista foi surpreendido por tentativas frustradas do assessor de comunicação em tentar desmenti-lo, afirmando em grupos de whatsApp que “o deputado, sequer realizou o pedido a prefeitura.”

Responsável, Duarte entrou em contato com o blog Maramais e mostrou que não só fez o pedido, como também esteve presente com representantes da prefeitura e com o próprio Secretário de Infraestrutura.

Após matéria envolvendo o caso, o vereador Juliano (PSL) também entrou em contato com o editor do blog para revelar que em 2017 já havia feito indicação solicitando a recuperação das ruas, e diante da inércia do Poder Executivo, voltou a repetir a indicação em 2018.

“Solicitei a recuperação dessas ruas e da Rua Japonesa em 2017, na minha primeira indicação do ano, e repeti em 2018. A prefeitura omitir isso para mim não é surpresa já que faço oposição seria e ferrenha ao prefeito.” Revelou o vereador.

Leia também:

Duarte Júnior: “Falta de informação e postura desagradável e desagregadora da assessoria de comunicação da prefeitura de Ribamar”