Áudios revelam a forma asquerosa e desprezível como Duarte Júnior tratava servidoras do Procon

Áudios do suposto grupo de app de mensagens denominado Os Vingadores, vazados na última semana, revelam a verdadeira face asquerosa e desprezível do deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luís, Duarte Júnior (Republicanos).

No primeiro áudio, é possível perceber um Duarte Júnior nervoso, irritado, muito diferente daquele que é passado para o eleitor ludovicense, que prega a nova política, doce e educado.

O ex-presidente do Órgão de Defesa do Consumidor dá ordens para uma servidora do Procon “passe sabão”, termo que significa “dar uma mijada”, “uma cagada” ou uma “grande bronca”, em outra colega de trabalho.

“Rapaz isso aí só pode ser… hidrocefalia ou falta de.. de.. de.. de..massa cinzenta na cabeça rapaz, um negócio desse é loucura. Isso não existe. A pessoa tá de licença, tá morta ou tá de férias, muda o sistema, pelo amor de Deus. Caíssa, pega o telefone, liga agora para Desla, passa um sabão nessa mulher antes que eu me irrite bem aqui porque eu tô trabalhando, eu tenho que tá com quarenta coisas ao mesmo tempo, isso não existe, isso é loucura. Porque essa mulher não me mudou esse sistema rapaz.” Diz o então candidato a deputado, revelando que ainda mandava no Procon.

No segundo áudio, completamente fora de si, Duarte classifica o app do Procon como “uma droga” e ameaça quebrar o próprio celular.

“Rapaz, a mulher não consegue enxergar que o problema está no fato do atendimento no momento, no dia, na semana, não estar funcionando até as 19hs. Se não está funcionando até as 19h, o agendamento na droga do aplicativo do site não pode tá liberado para esse horário. Isso é loucura rapaz.. Alguém resolve isso aí. Caíssa resolve isso aí antes que eu quebre esse celular bem aqui.” Ameaça Duarte.

Até o momento, apesar do espaço garantido para explicações, o editor do blog não foi procurado pelo parlamentar para esclarecer os conteúdos dos áudios. Na primeira reportagem, a assessoria de comunicação de Duarte respondeu afirmando que os prints de diálogos era nítidas montagens, mas calou-se após divulgação dos áudios.

As ordens de Duarte Júnior contra a imprensa do Maranhão; Assessoria trama ataques com fakes

Novo vazamento de áudios do deputado estadual Duarte Júnior revelam como eram as ordens do então candidato a deputado estadual para parte de sua equipe, formada por servidores do Procon, agirem com batalhão  de perfis fakes contra a imprensa maranhense e à favor de sua campanha.

Autoritário, no áudio Duarte cobra rapidez, determina que é pra colocá-lo como vítima de perseguição do grupo Sarney e orienta o uso de perfis fakes, que ele cuidadosamente chama de “outras contas que por ventura vocês tenham”.

“Pessoal já fazem duas horas que saiu essa postagem aí no Imirante, eu peço que todos vocês, absolutamente todos vocês, comentem com aquele discurso lá que a gente combinou, que é perseguição.  É… é.. com as redes de vocês, com oooo, a outras contas que por ventura vocês tenham, comentem, falando que é uma perseguição; que não adianta bat.. perseguir; que o Duarte Júnior e o governador Flávio Dino que vão ganhar a eleições; que ele que tá comigo; tô com Duarte, hasteg tô com Duarte, bate, bate nessas hastegs tô com Duarte; é… que isso é perseguição dos Sarneys; e não sei o que, e tudo mais, aquele mesmo discurso que eu falei”, diz Duarte.

Em outro áudio, que contém o diálogo entre as supostas assessoras responsáveis pela Comunicação e pelo Jurídico, é revelada a trama e o esquema com perfis fakes contra o professor e blogueiro Hilton Franco, e que também pode ter acontecido contra outros membros da imprensa maranhense.

“O fake é pra isso mesmo, expôs o perfil, a gente cria outro, a gente tem que ter essa dinâmica.” Diz a responsável pela comunicação de Duarte, revelando como é feita a criação de perfis fakes para elogiar Duarte e “bater” em quem o crítica.

No diálogo com a assessoria de comunicação, a advogada questiona a estratégia de fazer comentários negativos com fakes no perfil do facebook do professor Hilton Franco, despreza o número de seguidores que o blogueiro tem e diz que comentários com fakes pode gerar mais repercussão.

“Mas o problema é a gente ficar gastando munição com esse cara aí, entendeu? Tipo, quem é Hilton Franco? Foi o que a gente falou lá, sei lá, o cara não tem nem.. não sei nem quantos seguidores ele tem. Aí até onde eu tinha visto não tinha nenhum comentário, aí vai entrar só a gente comentando e vai atrair mais comentário pra lá, pode ser que essa história morra aí, nesse comentário dele sem ninguém, entendeu? Sem ninguém dá repercussão.”

A jornalista rebate a defesa da advogada sobre o número de seguidores do Professor vítima dos ataques do batalhão fake de Duarte, diz que discorda em processar o blogueiro e mantém a defesa de seguir “batendo” na imprensa maranhense.

“Ele tem três perfis no facebook, tá cheio de gente, ele tá gastando toda a munição dele com a gente, ele tá vindo pra cima. E essa munição da gente aí, é uma munição que vai e volta, entendeu? É tipo um processo. De fato, eu não concordo em processar ele, porque tipo, é uma exposição fora de hora, mas a gente pode sim bater nele com isso.”

No último áudio, antes dos ataques contra a imprensa maranhense, a responsável pela comunicação do então candidato Duarte Júnior volta a alertar os servidores do Procon que faziam campanha obscura para o ex-presidente do Órgão de Defesa do Consumidor.

“Pessoal, só tomem cuidado quando forem responder, lembrem que vocês são servidores públicos, no caso de usarem suas contas, certo? Se vocês quiserem ser, éééé.. serem mais incisivos, vocês podem usar os fakes de vocês. “ Orienta a responsável pela Comunicação da campanha de Duarte.

As novas revelações, desta vez em áudios, reforçam os diálogos publicados na segunda-feira (17), que revelou possível jogo sujo na campanha de Duarte Júnior em 2018, contrariando posicionamento da assessoria, que disse tratar-se de nítida montagem.

Leia também:

Duarte Júnior declara guerra contra a imprensa Maranhense

Palhaçada assumida: Militantes fakes como combustível da nova política

Lançamento da pré-candidatura de Neto Evangelista à prefeito de São Luís acontece nesta sexta

Marcada para acontecer nesta sexta-feira, 26, a convenção estadual do DEM confirmará o nome do deputado Neto Evangelista como pré-candidato a prefeito de São Luís.

De acordo com o presidente estadual da sigla, deputado federal Juscelino Filho, o plano é fortalecer o partido para as disputas municipais do próximo ano. ““A ideia é ter o máximo de nomes na disputa em 2020 em todo o Estado e, principalmente, na capital. No próximo dia 26, realizaremos a convenção estadual e, nesse grande ato, lançaremos o deputado Neto Evangelista como nosso pré-candidato à Prefeitura de São Luís” disse Juscelino.

Neto Evangelista foi eleito no início do mês, presidente municipal do DEM, e tem se movimentado para ser o principal nome governista na disputa do ano que vem.

Primeira pesquisa para o segundo turno aponta vitória de Bolsonaro com 54%,

Na primeira pesquisa de intenção de votos divulgada sobre o segundo turno presidencial, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 54% dos votos válidos e Fernando Haddad (PT), com 46%. O levantamento foi realizado pelo Idea Big Data, em parceria com a revista Veja.

A pesquisa ouviu mais de 2 mil eleitores entre 8 a 10 de outubro e tem margem de erro de dois pontos percentuais. O documento foi divulgado na tarde desta quarta-feira (10). Votos nulos e brancos somam 7%, enquanto indecisos ou que não quiseram responder a pergunta chegou a 4%. É esperada ainda para hoje um levantamento realizado pelo Insituto Datafolha.

No último domingo (7), Bolsonaro teve 46,03% dos votos válidos, o que correspondeu a 49,2 milhões de eleitores. Já Haddad alcançou 29,28%, equivalente a 31,3 milhões. Hoje, a equipe médica de Bolsonaro não liberou o candidato para participar de debates presidenciais.

O primeiro debate estava previsto para ocorrer na quinta-feira (11), na TV Bandeirantes. Outros cinco estão previstos até 28 de outubro, data na qual está previsto o segundo turno das eleições.

Correio Brazileinse

Marcelo Tavares deverá substituir Carlos Brandão na chapa de Flávio Dino.

Caso se confirme a impugnação da chapa que tem Carlos Brandão (PRB) como vice, Marcelo Tavares (PSB) é o nome mais cotado para substituir o atual vice-governador.

Na manhã desta segunda-feira, 30, blogs aliados à ex-governadora Roseana Sarney (MDB) anunciaram que pelo menos três partidos questionarão na Justiça Eleitoral a inelegibilidade de Brandão, que deverá ser feito após homologação da Chapa  Flávio Dino/Carlos Brandão.

Carlos Brandão se tornou inelegível logo após assumir o governo seis meses antes do pleito, considerado período vedado.

Durante a convenção Todos Pelo Maranhão, que reuniu mais de 10 mil pessoas no sábado, Carlos Brandão fez um longo discurso cheio de agradecimentos, uma espécie de despedida.

Fora da disputa eleitoral, restará a Brandão a missão de coordenar a campanha que tentará a reeleição.

Cancelamento de ato em Coroatá mostra que “pré-campanha” de Roseana e Murad caminham no improviso.

O cancelamento do ato de lançamento da pré-campanha de Ricardo Murad (PRB), feito oficialmente por ele e pela ex-governadora Roseana Sarney (MDB), demonstra que até agora, tudo está sendo feito na base do improviso.

Ricardo, que recentemente usou as redes sociais para cancelar seu projeto de chegar ao Palácio dos Leões, agora, recorre ao canal digital para cancelar o evento que marcaria o início da sua pré-campanha em Coroatá, cidade que já foi comandada por ele e sua esposa, Teresa Murad. No evento cancelado,

No vídeo, a dupla não explica os motivos que levaram ao cancelamento do evento, apenas comunicam que ao invés de lançar a pré-campanha, iniciarão oficialmente a corrida eleitoral em Coroatá, o que, se for cumprido, deve acontecer no dia 16 de agosto, quando será permitido a campanha eleitoral.

O cancelamento demonstra fragilidade do grupo, que não vê fôlego para realizar dois atos políticos em um curto período de tempo no município.

Veja o vídeo:

Vereador de Ribamar vai à casa de Sarney, tieta Roseana e após pressão de Bira, diz que foi enganado.

Vereador Salis com sorriso amarelo ao lado de Flávio Dino e do seu padrinho Bira do Pindaré, e ao lado de Roseana com largo sorrio igual ao de quem ganhou R$ 1 milhão na mega-sena.

Parece piada de quinta categoria, mas o vereador Cássio Salis (PSB), do município de São José de Ribamar, através de sua assessoria, divulgou uma nota daquelas que podemos considerar a mais mequetrefe possível, tentando justificar o injustificável.

Após matéria do blog Maramais, publicada nesta quinta-feira, 19, e que pautou a maioria dos blogs da capital, onde revelamos com exclusividade a ida do pupilo do deputado Bira do Pindaré à casa do ex-presidente José Sarney (MDB), declarar apoio ao grupo da ex-governadora Roseana Sarney, sua assessoria e o próprio vereador Professor Cássio Salis, como gosta de ser chamado o ACE – Agente Comunitário de Endemias, depois de uma pressão e no melhor estilo “chantagem”, teria voltado atrás e anunciado que a foto onde é flagrado tietano Roseana e o irmão Zequinha Sarney não condizia com os fatos, e pasmem, o afobado vereador alega ter sido enganado pelo presidente da Câmara.

“Na verdade o que aconteceu foi que Beto das Vilas, que pertence ao mesmo partido de Sarney Filho e é aliado do clã, enganou a maioria dos vereadores que foram à reunião. Em momento algum ele comunicou que o encontro teria a presença dos filhos de José Sarney.” Diz a nota, sugerindo que Cássio Salis, que foi à mansão dos Sarneys, acertou apoio ao grupo e ouviu o que foi buscar, inclusive pousando para foto ao lado de Roseana e Sarney Filho, feliz da vida como se tivesse ganhado R$ 1 milhão na mega-sena, tenha sido enganado por Beto das Vilas.

O vereador, com toda sua expertise, após receber ligação do deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) ameaçando cortar suas regalias, tratou de espalhar nota em blogs da capital, e afirmar que seus candidatos na verdade são o próprio Bira do Pindaré (PSB), que tentará uma vaga na Câmara Federal, Rafael Leitoa (PDT), que tentará se reeleger deputado estadual e o governador Flávio Dino (PCdoB).

Sabido como Salis sempre foi, só omitiu seu candidato a senador, acertados com todos os pontos e vírgulas na mansão do Sarney.

Com a nota, o novato vereador pretende garantir, dentre outras coisas, a manutenção da indicação no IEMA de São José de Ribamar do qual já foi Diretor e na Fundação Sousândrade, que estão na mira do Ministério Público. Mas isso é assunto para outra matéria.

Eleições 2018: Visita de deputado Sarneysta revela estratégia de Luís Fernando

A visita “de cortesia” do deputado sarneysta Cesar Pires (PV) ao prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), nesta sexta-feira, 13, pode revelar a estratégia que está sendo montada para a eleição deste ano.

Pires foi conversar com Luís Fernando, dois dias após reunir-se com Roseana Sarney (MDB), de portas fechadas para tratar do plano para derrotar Flávio Dino (PCdoB), na disputa pelo Governo do Estado.

Coincidências ou não, o deputado federal apoiado pelo prefeito ribamarense, Hildo Rocha (MDB) é um dos maiores adversários de Flávio Dino, e braço direito da ex-governadora Roseana. Isso já ficou muito claro para a população nas reuniões em que HIldo participa ao lado de Luís Fernando pela zona rural do município, sempre com ataques diretos, promovidos pelo emedebista ao Comunista.

Em encontro recente com Flávio Dino, Luís Fernando teria despachado apoio à chapa ao senado. Agentes políticos do município garantem que o prefeito ribamarense já está apresentando seus dois pré-candidatos ao senado, que seriam José Reinaldo (PSDB) e Sarney Filho (PV), os dois, adversários declarados do governador.

Pelo que tudo indica, estão Planejando uma reviravolta em São José de Ribamar.

Eleições 2018: Em Codó, Nagib prepara palanque para os dois grupos – Sarney e Dino.

Usando o nome do partido o qual é presidente municipal, o prefeito de Codó, Francisco Nagib (PDT) fez uma verdadeira lambança política ao convidar oficialmente como ato do PDT, a população para apresentação dos pré-candidatos ao Senado. Segundo o próprio convite do PDT municipal, serão apresentados Weverton Rocha (PDT), e o senador Edison Lobão (MDB), aliado do grupo Sarney como pré-candidatos ao Senado, e o ex-prefeito Zito Rolim (PDT) como pré-candidato a deputado estadual.

O evento acontecerá nesta sexta-feira, 20, às 17hs em Codó e estranhamente não incluiu a apresentação de seu pré-candidato a deputado federal, Márcio Jerry (PCdoB).

O prefeito de Codó que sempre foi ligado ao grupo Sarney, optou por não apoiar o segundo nome do grupo Flávio Dino ao Senado, que deverá ser da deputada federal Eliziane Gama (PPS) e vem enfrentando grande rejeição na classe política, como já tratou o blog em outras oportunidades. Reveja aqui e aqui.

Com essa “chapa” mista, Nagib continuará com o umbigo ligado ao grupo da ex-governadora Roseana Sarney, que alias, curiosamente, é lembrada em domínio que leva o mesmo nome do prefeito. Quem acessa www.francisconagib.com.br , é direcionado para um vídeo do Youtube, com uma jingle Volta Roseana, que já teve mais de 8 mil visualizações.

Comunista derrotado em 2012 afasta Câmara de Itapecuru Mirim do projeto de reeleição de Flávio Dino.

O ex-candidato a vereador de Itapecuru Mirim, Alberto Jr (PCdoB), que obteve míseros 146 votos, tem trabalhado desde o final da eleição de 2016, para afastar o grupo de vereadores da Câmara Municipal de Itapecuru Mirim do projeto de reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

Sem nenhuma maturidade política, Alberto Jr. que ocupa o cargo de Gestor Regional Estadual de Educação e mantém um Programa na TV Difusora local, além de um canal no Youtube, tem usado o cargo que ocupa no Estado e os canais de comunicação para atacar os vereadores e o prefeito municipal, Dr. Miguel Lauand (PRB).

A atitude do Gestor Regional tem afastado os vereadores do município do Governador do Estado, que agora, ameaçam romper de vez, caso o Secretário Felipe Camarão e o próprio Governador, não dêem um basta nos ataques do auxiliar.

No final do mês passado, após mais um ataque a honra dos vereadores, pelo menos 11 parlamentares assinaram Nota de Repúdio contra o ex-candidato a vereador.

De acordo com o documento, o Gestor Regional teria usado seu Programa de TV para colocar a população contra os vereadores Enes Aguiar, Irmão Dentista e Rogério Maluf.

O editor do blog conversou com alguns vereadores que garantiram que o ex-candidato Alberto Júnior tem sido o único responsável pelo enfraquecimento de Flávio Dino na base política do município, e que a manutenção do ex-candidato a vereador no cargo de Gestor Regional pode complicar ainda mais a relação política no município.