De olho nas eleições, Duarte Júnior declara guerra contra Neto Evangelista

A atitude do parlamentar foi vista como ato de covardia e imaturidade, já que o deputado Neto Evangelista sequer estava presente na sessão

Durante a sessão desta quinta-feira (15), na Assembleia Legislativa do Estado, o deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB) fez um verdadeiro chinfrim após o deputado Dr. Yglésio (PDT) pedir vistas de um projeto de sua autoria, e ver a votação ser suspensa na Comissão de Constituição e Justiça, que tem como presidente o deputado Neto Evangelista (DEM) e não estava presente no momento dos ataques.

Durante a confusão de Duarte, o deputado Yglésio, que pediu vistas do processo para análise, tentou acalmar o imberbe parlamentar, afirmando que não há nenhuma perseguição e que ele mesmo já havia aprovado vários projetos de autoria do ex-presidente do Procon/MA.

Em clima de tensão, e com a graves acusações de Duarte, o deputado Vinicius Louro (PL), presidente da Comissão de Ética, se pronunciou e pediu ao deputado Duarte que citasse os nomes e as acusações de supostas irregularidades. Em ato visto como covardia, Duarte silenciou-se e deixou o plenário.

Dor de cotovelo

No vídeo, fica claro o real motivo dos ataques, Duarte ficou enciumado porque Neto Evangelista é autor do Projeto de Lei do Código Estadual de Defesa do Consumidor que está sendo elaborado, e não ele. “Como pode alguém solitariamente apresentar uma proposta de Código Estadual de Defesa do Consumidor?” soltou Duarte, revelando a dor de cotovelo por não ter apresentado o projeto antes de Neto Evangelista.

Vale ressaltar que essa não é a primeira vez que Duarte se mete em confusão com outros deputados por conta de autoria de projetos. Relembre aqui, aqui, aqui, aquiaquiaqui e aqui

Inverdades

Durante o “surto”, Duarte se coloca como o salvador da pátria e diz que não usa o poder para se beneficiar, mas a ação judicial proposta pela Procuradoria Regional Eleitoral aponta exatamente o contrário, e pede a cassação do deputado, acusado de usar a estrutura do Procon para fazer promoção pessoal durante os anos de 2017 e 2018. Na ação, além de Duarte, sua namorada, a advogada Karen Barros também é ré e pode ficar inelegível por 8 anos, caso seja condenada.

Após os ataques de Duarte, a presidente do Procon, Karen Barros, usou seu instagram para insuflar a briga, e postou o vídeo dos ataques em seu storie, com legendas incentivando a crise. Minutos depois, alertada, a presidente do Procon excluiu a postagem.

Duarte usa a imprensa para tentar desqualificar Neto Evangelista

No início da noite de ontem, Duarte Júnior voltou a atacar o deputado Neto Evangelista, desta vez, por meio de sua assessoria de imprensa, que distribuiu material no qual tenta desqualificar Neto Evangelista.

No material, amplamente divulgado nas redes sociais e para veículos de imprensa de todo o Estado, Duarte acusa Neto de usar a CCJ para benefício pessoal e tenta desqualificar o Neto, duvidando de sua capacidade para elaboração do Código Estadual de Defesa do Consumidor.

Ainda durante o clima tenso, Duarte ameaça revelar irregularidades na Assembleia Legislativa. “Nesse momento eu não vou falar tudo que sei, que sirva de alerta.” Ameaça o Duarte.

Neto Evangelista demonstra maturidade

Questionado sobre os ataques promovidos covardemente pelo deputado Duarte Júnior, Neto Evangelista respondeu gentilmente ao blog. “Todos os pareceres são baseados em nota técnica da Consultoria Legislativa. Mas isso é normal, quando entrei na Assembleia também ficava chateado quando algo meu não passava na CCJ, só não fazia esse teatro todo. Mas com o tempo ele vai amadurecendo e aprendendo os trâmites legislativos.” Explicou.

Eleições 2020

O mais recente ataque de Duarte a Neto Evangelista revela outra situação conhecida apenas nos bastidores da política ludovicense. Encolhido politicamente em seu grupo, Duarte tem visto Neto Evangelista se tornar o preferido dos governistas entre os pré-candidatos a prefeitura de São Luís, na eleição do ano que vem e crescer nas intenções de votos nos mais recentes levantamentos.

Vendo seu sonho de ser prefeito encabeçado pela campanha Resgate o Amor Pela Ilha descendo pelo ralo, Duarte tem intensificado os ataques a Neto e já pensa no plano B: deixar o PCdoB que o elegeu e ingressar no PL do deputado federal Josimar de Maranhãozinho.

“Ele vai ser candidato de qualquer jeito, seja pelo PCdoB ou por qualquer partido.” Revelou uma fonte segura, após ser questionado sobre a pré-candidatura de Duarte.