Revolta em São José de Ribamar: Prefeitura dá prazo de 15 dias para retirada dos tradicionais treileres da Avenida Gonçalves Dias.

Luis Fernando autorizou mais uma ação contra o trabalhador ribamarense. Dessa vez, os donos de Treilers tem 15 dias para retirada, sob pena de remoção.

Pais de famílias que tiram seu sustento da venda nos tracionais Treilers do centro de São José de Ribamar, foram pegos de surpresa por fiscais da Prefeitura, que notificaram os proprietários dos pontos comerciais e deram prazo de 15 dias para retirada dos Treilers. A ação deixou muita gente revoltada, no inicio da tarde desta terça-feira, 08.

No centro comercial da cidade, não se fala em outro assunto, e o clima de revolta é geral, entre proprietários dos comércios afetados, funcionários e clientes.

“É revoltante saber que pais de famílias só querem trabalhar e o prefeito tenta proibi-los de todas as formas.” Disse uma cliente de um dos Treilers notificado.

Tivemos acesso a uma das notificações, e como pode ser visto, o proprietário tem 15 dias para retirada do Treiler e retirada das mesas e cadeiras imediatamente.

“Como vou vender meu lanche sem mesa e cadeira? Meu cliente vai comer o lanche em pé? É uma vergonha e falta de respeito com o pai de família, com o trabalhador e com o ribamarense que há mais de duas décadas lancha aqui no meu ponto. Aqui eu já tenho clientes que vi crescer e hoje trás seu filho para lanchar. Estou envergonhado de ter votado nesse prefeito.” Lamentou um comerciante.

Em março, o prefeito autorizou destruição de diversos Treilers no Parque Vitória. Cenas de pais de famílias chorando chocaram a população da região.

Outro cliente, anunciou em um famoso grupo de WhatsApp da cidade que amanha poderá ter protestos contra o prefeito pela ação considerada por muitos autoritária, perseguidora e desnecessária.

“A mulher daqui do Treiller tá chamando o prefeito só de nome bonito. Amanha o centro de Ribamar para! Aqui no Cruzeiro não se fala em outro assunto.” Anunciou o internauta.

Leia também:

“Luís Fernando acabou com os sonhos da minha família.” diz trabalhador ao ver Treiller destruído.