Eleições 2020: Notinhas sobre as movimentações políticas em São José de Ribamar

Começou a corrida para comandar a prefeitura da terceira maior cidade do Maranhão

Dormindo com o inimigo

A reunião promovida pelo prefeito Eudes Sampaio (PTB), com a maioria dos vereadores da base do pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar, vereador Nonato Lima (PDT), não tem refletido tão bem no município.

Para os mais céticos, Nonato está muito próximo de ser traído.

É só “Institucional”

Do outro lado, vereadores entusiastas da pré-campanha de Nonato, como o companheiro de parlamento vereador Paulo Alencar (SD), insistem em afirmar que a aliança com Eudes Sampaio não passa de “apoio institucional”.

O certo é que desde que esse apoio institucional foi dado ao prefeito Eudes, nenhum dos vereadores da base de Nonato apareceu nas fotos da pré-campanha que continua.

Preparando o terreno

O atual prefeito Eudes Sampaio, que está na gestão desde o primeiro mandato de Luís Fernando, em 2005, está colocando em prática tudo que aprendeu com seu ex-chefe.

Desde que assumiu a prefeitura em março deste ano, Eudes tem chamado todas as lideranças que estavam chateadas com Luís Fernando, e desde então, no Diário Oficial, o que mais se vê é Ato de Nomeação.

Com a jogada, tem garantido apoio de lideranças comunitárias e de vereadores, e assim tem evitado cobrança, mas do outro lado, para o ribamarense, a cidade continua um caos, do mesmo jeitinho que o ex-prefeito deixou após abandonar o município para ser servidor do Estado, pela segunda vez.

Servidor de Edvaldo Holanda Jr.

O Secretário de Articulação Política da prefeitura de São Luís e pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar, Jota Pinto (Patriota), segue com sua pré-campanha chamada de Aliança Ribamarense. Alguns dizem que os movimentos são menores do que pré-campanha de vereador.

Por falar em vereador, um de seus apoiadores da campanha batizada como Aliança, que também foi candidato a vereador de São Luís em 2016, teve mais votos do que o próprio Pinto na enquete para prefeito de Ribamar.

Em São Luís, o comentário é que a freada do Secretário foi pedido superior.

Sobrinho do líder

Quem garante que será candidato a prefeito é o sobrinho do ex-governador Jackson Lago, que foi o maior líder do PDT Maranhense. Júnior Lago, que sequer tem partido, apesar de pouco conhecido, tem se movimentado, principalmente na região limítrofe.

Antes só do que mal acompanhado

O vereador Nonato Lima, pré-candidato a prefeito, tem seguido essa máxima, e desde que seus “amigos” declararam apoio “institucional” ao prefeito, tem aparecido só na foto. Quem o acompanha, garante: “Está mais forte do que nunca”.

Beto prefeito

O nome do presidente da Câmara de Vereadores apareceu pela primeira vez em primeiro lugar, em enquete visando a eleição de 2020. De família humilde, ex-borracheiro, Beto é considerado um exemplo de cidadão vitorioso e considerado como um dos maiores articuladores da atual política.

Para quem conseguiu vencer Luís Fernando em todas as eleições para presidente da Câmara, não duvide do homem.

Dois coelhos com uma cajadada só

O pré-candidato à prefeito, advogado Edson Júnior (MDB) teve sua primeira vitória homologada esta semana. Com uma só tacada, tirou da jogada um militante de carreira do partido e um ex-prefeito.

Na reunião para decidir o futuro do partido no município, Edson obteve importante vitória.

Dois coelhos, dois prefeitos

Unidos em torno da pré-campanha do vereador Nonato Lima, os irmãos vereadores Negão e Valdo, ambos da família Coelho, parece que voltaram a caminhar em direção oposta. Valdo segue com Eudes e Negão com Nonato

Ficha-suja

Apesar do nome do ex-prefeito Dr. Julinho aparecer em algumas enquetes, pessoas próximas dizem que ele não será candidato por questões judiciais.  Já militantes mais apaixonados garantem que desta vez o candidato será Júlio Filho.

Cadê Colaço?

Pelo visto, Colaço ainda não se recuperou da lambança feita em 2016, quando desistiu de ser candidato a prefeito para tornar-se candidato a vereador e apoiar Luís Fernando. A lambança foi tão grande que o socialista não quer nem saber de eleição em 2020.

E Edmar?

Segue o mistério sobre uma eventual candidatura do ex-deputado Edmar Cutrim. Atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Edmar evita falar sobre o assunto, e segue agindo com a mesma simplicidade de quando começou sua carreira.

Todo mundo quer ser vice

Se na oposição, sobra candidato a prefeito, do outro lado, também tem briga para conseguir compor chapa com o prefeito Eudes Sampaio (PTB). O líder do governo vereador Cristiano, que mantém indicação de vários cargos na prefeitura garante aos mais próximos que já foi escolhido como vice-prefeito.

Já Marlene, veterana no parlamento e ícone na arte de ser “governo” ( apoiou Jota Câmara, Julinho, Luis Fernando, Gil Cutrim e Eudes), já bateu o martelo, “A vice sou eu” confidencia aos aliados.

Efeito Paço do Lumiar

O cenário em São José de Ribamar tá muito parecido com o que ocorreu em Paço do Lumiar em 2016. Prefeito desacreditado, cidade destruída e candidatos de sobra.

É bom o ribamarense tomar cuidado, caso contrário, teremos um Dutra por aqui também