Duarte Júnior volta a copiar colega da Assembleia Legislativa

O deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB), que ficou conhecido pela pratica do “Control C, Control V” em projetos e ideias de colegas do parlamento, voltou a fazer nova vitima. Desta vez, Duarte copiou a ideia do também pré-candidato a prefeito de São Luis, Adriano Sarney.

Em agosto, o neto do ex-presidente José Sarney teve a iniciativa de conceder o poder de decisão ao seu eleitor, que passou a escolher para onde os R$ 4 milhões em emenda, deveriam ser destinados. “O dinheiro é público e a decisão é sua.” Disse o deputado Adriano, ao anunciar a inovação.

Neste final de semana, usando inclusive a mesma chamada, Duarte copiou a ideia do parlamentar, e anunciou em suas redes sociais que faria uma evento para que o público decida, para onde deve ser destinada as suas emendas.

Duarte ficou conhecido pela pratica de copiar projeto de colegas, ao plagiar o projeto anticorte do deputado Cesar Pires, e outros dos deputados Neto Evangelista e Zé Gentil, além dos projetos do ex-deputado Carlinhos Amorim e do vereador Raimundo Penha, como revelou o jornalista Glaucio Ericeira no inicio do ano.

A grandeza de César Pires e a covardia oportunista de Duarte Júnior

Sobre o projeto Anticorte, que virou notícia nos últimos dias, é preciso fazer um retrospecto do dia 12 de junho para cá. Quem acompanha o cotidiano da política maranhense, concluiu duas coisas: A Grandeza do autor original do projeto na Assembleia, deputado estadual César Pires, e a covardia e oportunismo do pré-candidato a prefeito Duarte Júnior (PCdoB), que copiou o projeto inconstitucional do colega para se promover na corrida eleitoral do ano que vem.

A verdade que Duarte esconde sobre o Anticorte

No dia 12 de junho deste ano, após ser vetado pelo governador, o projeto voltou a Assembleia Legislativa para, caso os deputados entendessem, derrubassem o veto governista. Naquele momento, César Pires defendeu o Anticorte com todos os seus argumentos, muito parecidos com os que Duarte trouxe na segunda-feira (21), inclusive citando o caso do Paraná, onde a Assembleia de lá derrubou o veto do governador paranaense.

César, experiente e sem pretensões eleitoreiras, teceu duras críticas ao veto do governo e pediu todo o apoio dos colegas de parlamento, sem em nenhum momento expor ou jogar o consumidor contra ninguém.

No entanto, com apenas 7 votos, o veto foi mantido e a Lei seguiu sendo considerada inconstitucional pela Assembleia. ( relembre aqui )

César Pires saiu derrotado, mas respeitado por todos os colegas do parlamento.

Naquela semana de votação, o deputado consumerista Duarte Jr. estranhamente, não deu um “piu” a favor dos consumidores, e no dia da votação, que coincidiu com o dia dos namorados, sequer apareceu no plenário ou em suas redes sociais para defender o Anticorte de César, ou pedir apoio para seus seguidores comparecem a Assembleia.

De comportamento covarde, há apenas quatro meses, a população maranhense não podia contar com a força das redes sociais e todo o aparato de marketing do imberbe deputado Duarte Júnior.

Agora, após copiar o mesmo projeto de César Pires, que foi vetado pelo governador Flávio Dino e teve o veto mantido pela Assembleia em junho deste ano, Duarte Júnior, mesmo sabendo que o entendimento do parlamento seria pela inconstitucionalidade, já que nenhum fato jurídico novo aconteceu depois do dia 12 de junho, optou por usar a pauta para se promover mirando a eleição do ano que vem.

O comportamento do pré-candidato, que não tem apoio em seu partido exatamente por situações desleais como essa, inclusive com a própria população, revelou que para estar na mídia, passaria por cima de tudo e todos.

Na segunda, Duarte mobilizou pré-candidatos a vereador, seus assessores coordenaram ônibus (pagos por quem?) para trazer estudantes fardados (estavam matando aula? ) na tentativa de hostilizar colegas de parlamento. Para os jovens estudantes, Duarte só não revelou a verdade: que o projeto poderia ter sido sancionado caso ele tivesse feito essa mobilização no dia 12 de junho, exatamente quando se acovardou diante do consumidor maranhense.

Já durante a votação, sabendo que sairia derrotado, mirou contra o deputado Fernando Pessoa, tentando jogar o consumidor de Tuntum, contra o colega.

Mirou contra o deputado Zito, logo o codoense, sempre muito cortês e educado com todos.

O mesmo comportamento também já havia ocorrido contra Rafael Leitoa e outros colegas que sustentavam a inconstitucionalidade do projeto de César, que não teve apoio de Duarte, mas foi copiado logo em seguida.

Ainda no plenário, de forma premeditada e cênica, Duarte chegou a forçar um choro, tudo captado pelas câmeras do seu marqueteiro, e de forma mentirosa apelou para algo que não acredita. “Se o problema for eu, entrego esse projeto para outro colega assinar, só para aprovar, tudo pelo consumidor.”

Ora, como assim? O projeto original é de César Pires? Quando precisou do apoio de Duarte, ele se acovardou. O que mudou agora? A certeza que usaria isso para se promover politicamente em São Luís?

Sobre o projeto, o resultado mostrou que a Assembleia continua tendo o mesmo entendimento de junho deste ano. Apenas 9 deputados votaram a favor, dois a mais do que a votação de junho, exatamente Duarte e Adriano Sarney, que não votaram naquela oportunidade.

Já para Duarte, o resultado foi ainda pior, já que o PL, partido que o pré-candidato a prefeito de São Luís namora, rachou no meio, e dos quatro parlamentares, apenas dois votaram com o deputado.

É hora de se recolher e mudar, alguma coisa não está dando certo para Duarte, o que fica evidente na Assembleia e nas pesquisas eleitorais.

Pode apagar as velas, o show acabou.

Aprovada PEC de autoria do deputado César Pires que cria Fundo Estadual de Proteção aos Animais

O Maranhão terá um Fundo Estadual de Proteção aos Animais, cujos recursos serão exclusivamente aplicados em ações destinadas à assistência e fomento às políticas públicas de proteção aos animais. É o que prevê a Proposta de Emenda à Constituição 008/2019, de autoria do deputado César Pires (PV), aprovada em segundo turno pleno plenário da Assembleia Legislativa, na sessão desta quarta-feira (28), por unanimidade.

“Não podemos mais aceitar casos de maus-tratos e violência contra animais como o da cadelinha gravemente ferida por um vigilante nas dependências da Faculdade Pitágoras. Ao mesmo, é preciso assegurar recursos para as políticas públicas e ações das inúmeras organizações não governamentais que atuam em defesa dos animais. Por isso, agradeço aos demais deputados por terem aprovado, por unanimidade, a nossa proposta de criação do fundo”, declarou César Pires, após a aprovação da PEC em segundo turno.

Comporão o Fundo Estadual de Proteção aos Animais recursos provenientes de sanções pecuniárias resultantes das condenações, multas ou indenizações determinadas ou aplicadas em razão de quaisquer ações judiciais que impliquem a obrigação de ressarcir danos aos direitos dos animais; multas por cometimento de infrações aos direitos dos animais; dotações orçamentárias próprias do Estado; receitas de convênios; contribuições e doações; transferências do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos.

A PEC aguarda promulgação pelo presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, e depois será instituído no âmbito do Poder Executivo o Fundo Estadual de Proteção aos Animais, que será regulamentado por lei complementar. “É um grande passo no sentido de assegurar os direitos dos animais no Maranhão”, finalizou César Pires.

 

Eleições 2018: Visita de deputado Sarneysta revela estratégia de Luís Fernando

A visita “de cortesia” do deputado sarneysta Cesar Pires (PV) ao prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), nesta sexta-feira, 13, pode revelar a estratégia que está sendo montada para a eleição deste ano.

Pires foi conversar com Luís Fernando, dois dias após reunir-se com Roseana Sarney (MDB), de portas fechadas para tratar do plano para derrotar Flávio Dino (PCdoB), na disputa pelo Governo do Estado.

Coincidências ou não, o deputado federal apoiado pelo prefeito ribamarense, Hildo Rocha (MDB) é um dos maiores adversários de Flávio Dino, e braço direito da ex-governadora Roseana. Isso já ficou muito claro para a população nas reuniões em que HIldo participa ao lado de Luís Fernando pela zona rural do município, sempre com ataques diretos, promovidos pelo emedebista ao Comunista.

Em encontro recente com Flávio Dino, Luís Fernando teria despachado apoio à chapa ao senado. Agentes políticos do município garantem que o prefeito ribamarense já está apresentando seus dois pré-candidatos ao senado, que seriam José Reinaldo (PSDB) e Sarney Filho (PV), os dois, adversários declarados do governador.

Pelo que tudo indica, estão Planejando uma reviravolta em São José de Ribamar.