De olho na reeleição, Cabo Campos abandona militares e mira nos eleitores indígenas.

Cabo Campos quer 5% das vagas em concurso público para população indígena

Sabendo que terá dificuldade em receber o mesmo apoio que teve em 2014, quando foi eleito com a força dos militares, o deputado estadual Cabo Campos (PPS), já busca novos segmentos para garantir sua reeleição.

Nesta terça, 07, foi aprovado pela Assembleia Legislativa, Projeto de Lei de sua autoria que reserva 5% das vagas em concurso público, para povos indígenas.

Em fevereiro, Campos já tinha solicitado da Cemar mais atenção para a comunidade Guajajara, do município de Arame. Durante o encontro com os indígenas, o deputado também se comprometeu em reivindicar a solução para a falta de abastecimento d’água e manutenção das pontes que liga a tribo ao município.

Com a medida, Cabo Campos mira em um eleitorado considerado solto, já que poucos deputados se interessam pela causa indígena.

Resta saber agora, se o Governador Flávio Dino (PCdoB) também vai se interessar pela causa, e sancionar a lei.