Vereadores querem o afastamento do prefeito de Ribamar após escândalo com a Polícia Federal

Durante a sessão da Câmara de São José de Ribamar, realizada nesta quinta-feira (03), vereadores defenderam o afastamento do prefeito Eudes Sampaio (PTB), peça principal da operação Ágio Final, da Polícia Federal, que prendeu três pessoas acusadas de extorsão. (Reveja aqui e aqui)

De acordo com a Polícia Federal e segundo reportagem da TV Mirante, o prefeito Eudes Sampaio estaria sendo ameaçado de morte, e teve até sua casa invadida por homens que estariam cobrando um repasse de até 30% de um recurso de aproximadamente R$ 5 milhões de reais, que deveriam ser aplicados na Saúde do Município.

Para o vereador Osvaldo Brandão é preciso dar uma resposta rápida para a sociedade. “Essa casa tem que fazer presente com o povo, e pedir o afastamento do prefeito, porque há indícios criminosos, com toda certeza, e a Polícia Federal já está agindo. Esse cidadão que foi citado, que é um grande agiota e já foi inúmeras vezes preso, e tá sendo citado junto com o prefeito Eudes Sampaio, então, com certeza, onde há fumaça, há fogo. Então, a Câmara tem que proteger o povo ribamarense, e proteger a próxima gestão que virá. Não pode deixar o município quebrado.” Disse Osvaldo.

O vereador Cássio Sallis também defendeu o afastamento do prefeito. “Essa casa tem que tomar uma postura. Chegou o momento de pedir o afastamento do prefeito Eudes Sampaio, até porque, há muito o que se explicar. Então nós, enquanto Câmara, a gente peça o afastamento do atual prefeito, até para que ele possa esclarecer os fatos.” Disse.

Já o vereador Nonato Lima disse que conversará com o prefeito eleito, Dr. Julinho, para que ele peça o bloqueio de todos os recursos, para evitar um esvaziamento dos cofres públicos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *