César Vieira alega que a Vila Kiola fica em São Luís e Paço do Lumiar e tenta induzir Juíza ao erro

César Vieira também disse não reconhecer a voz do divulgador Fael, que gravou vídeo da visita do então pré-candidato as obras da Prefeitura. No vídeo, é possível ver César Vieira conversando com funcionários e em outra parte, seu filho (trajando camisa verde),  que ficou em seu lugar, no cargo de Administrador Regional.

A defesa do candidato Cesar Vieira (PTB), que teve seu pedido de registro de candidatura impugnado pelo Ministério Público apresentou contestação para tentar indeferir o pedido feito pela Promotora de Justiça Bianka Sekeff Sallem Rocha. (veja a contestação aqui)

Um dos argumentos usados pelo advogado, é que a rua Princesa Margarida, no bairro Vila Kiola, onde o vídeo gravado pelo divulgador Fael, mostrando César Vieira fiscalizando a obra após ter deixado o cargo de administrador regional, não está localizado em São José de Ribamar, mas sim em Paço do Lumiar e São Luís.

A tentativa de levar a magistrada a erro é facilmente desmontada numa simples busca no instagram da prefeitura. Lá, em postagem feita no dia 16 de junho, foram feitas fotos da obra em andamento. As casas que aparecem no registro da prefeitura são as mesmas que aparecem no vídeo, o que autentica os registros e a data da fiscalização.

Outro argumento usado pelo candidato, é que não reconhece a voz que narra a visita de César Vieira ao local, inclusive alegando que pode ser montagem.

Acontece que Fael, o responsável pela gravação do vídeo e pela narração, é amigo de César Vieira, fato público inclusive nas redes sociais, onde o divulgador segue o candidato através do perfil Faelsalesdf, onde exibe fotos de um cachorro.

Perfil do cachorro de Fael, responsável pelo vídeo que encrencou César Vieira, aparece como um dos seguidores do candidato

Já no perfil de César Vieira, todas as fotos anteriores a Julho foram apagadas e o candidato também deixou de seguir todos os perfis, mantendo apenas o candidato a prefeito Eudes Sampaio.

Além disso, no dia da gravação do vídeo, Fael acompanhou César Vieira em diversos pontos e divulgou o feito como se fosse vantagem,  em diversos grupos de whatsapp.

Por se tratar de matéria de  fato e de direito, a Juíza Teresa Cristina de Carvalho Pereira Mendes, responsável pela 47ª zona eleitoral, designou para o dia 23, às 11hs, na 1ª Vara Criminal a inquirição de testemunhas.

Nas redes sociais, um áudio do candidato circulou em grupos de whatsapp numa espécie de desafio a Juíza e a Promotora de Justiça. “Na terra, homem nenhum impugna minha campanha”, desafiou.

O caso ainda deve ter mais desfechos.

Confira aqui o procedimento preparatório eleitoral que embasou o pedido de impugnação do candidato; clique aqui para ver a defesa na qual o candidato diz não reconhecer a voz de Fael, e afirma que a Vila Kiola é em São Luís e Paço do Lumair, e clique aqui para ver o despacho da Juíza.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *