Presidente da Câmara de Vargem Grande cobra na Justiça transparência de Carlinhos Barros com gastos para combater Covid


O presidente da Câmara Municipal de Vargem Grande, vereador Washis Gleyy Braga da Silva, mais conhecido no meio político como Braguinha, ingressou na Justiça com o objetivo de fazer com que o prefeito Carlinhos Barros encaminhe ao Legislativo informações acerca dos gastos do Município com ações direcionadas para combate e prevenção ao Novo Coronavírus (Covid-19).

O prefeito, de acordo com informações contidas no mandado de segurança cível impetrado por Braguinha na 1ª Vara de Vargem Grande, já recebeu cerca de R$ 8 milhões em recursos e até o presente momento, apesar dos inúmeros pedidos, não encaminhou à Câmara um relatório detalhado informando sobre como e aonde este dinheiro foi empregado.

Ainda no mês de maio, a Casa Legislativa enviou a Carlinhos Barros ofício pleiteando informações sobre o tema.

O pedido, no entanto, nunca foi atendido pelo prefeito.

Já no segundo semestre deste ano, atendendo requerimento do vereador Jociedson de Aguiar, Barros determinou que o seu secretário de Saúde, João Batista Oliveira Barros, comparecesse à Câmara, durante audiência pública, para apresentar informações sobre os gastos com a pandemia.

A audiência estava marcada para o dia 25 de agosto e acabou não acontecendo por que o auxiliar de CB não compareceu.

“A grosso modo, tamanha falta de respeito com a Câmara de Vereadores, que é um poder da Republica denominado de Casa do Povo, implica em um ato altamente autoritário, quem sabe até mesmo perigoso, pela descrença e deboche ao funcionamento institucional”, afirmou Braguinha.

“Essa omissão agravada dia após dia, por falta de esclarecimento ou quem sabe mesmo uma espécie de falta de apreço republicano, abre um grande indício de malversação pela falta de resposta por parte do Governo, de algo que nem deveria ser requerido dada a urgência do momento de calamidade causado por essa doença de escala global”, completou.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *