No Dia do Prefeito, Neto Evangelista afirma que está preparado para colocar São Luís à altura do seu potencial

No Dia do Prefeito, comemorado nesta terça-feira (6), o candidato Neto Evangelista (DEM) falou sobre o modelo de gestão que transformará São Luís em motivo de orgulho para os ludovicenses, a partir de 2021, caso saia vitorioso das eleições municipais. Ciente das adversidades a serem enfrentadas, Neto afirma que está preparado e disposto para colocar São Luís à altura do seu potencial.

Com 25 metas de grande relevância em todas as áreas de gestão, que quer implantar na capital, Neto afirma que sua administração será exercida com liderança e diálogo para enfrentar os desafios e que estará sempre atento à agenda global de desenvolvimento.

“Faremos um governo conectado com uma agenda de serviços básicos e estruturantes, com prioridade clara para a educação, saúde, saneamento, segurança e transporte. Vamos olhar com muita atenção para a cultura e o turismo, investindo na qualificação dessas atividades, com o objetivo de gerar oportunidades de emprego e renda para nossa população”, garantiu o candidato.

Evangelista disse, ainda, que as 25 metas do seu Plano de Governo enfrentam o desafios de construir a administração a partir da integração de eixos estruturantes da cidade, como o humano, o econômico e urbano, buscando a execução efetiva de políticas necessárias para a transformação da vida da população.

“Mais do que trabalhar por resultados, nosso modelo de gestão será baseado em diagnóstico, evidências e integração de políticas para reduzir desigualdades, algo que demanda planejamento, sustentabilidade financeira e ambiental. Vamos liderar e construir um diálogo permanente com todos os setores de São Luís, para desenvolver ações conectadas e com foco na entrega de resultados, sempre com consciência, confiança e esperança”, enfatizou Neto.

“Através de nossa identidade cultural, dos talentos de nossa gente e da valorização de nossas belezas naturais, construiremos juntos uma nova São Luís, que ocupará o lugar que sempre nos foi reservado”, concluiu Evangelista.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *