Alô MPE: Prefeitos seguem trocando pré-candidatos por parentes

Alguns prefeitos maranhenses insistem em desafiar a inteligência do Ministério Público Eleitoral e do Tribunal Regional Eleitoral durante o processo eleitoral de 2020, especificamente, no período de desincompatibilização.

Nesta segunda-feira (08), o jornalista Gilberto Léda revelou o caso do município de Presidente Dutra, onde, de acordo com publicação do Diário Oficial, Robson Claro Carvalho deixou o cargo de Secretário Municipal e no lugar, indicou a esposa, Luciana Rodrigues da Silva Carvalho, para exercer o mesmo cargo, função e manter o mesmo salário na família.

O caso é idêntico aos revelados pelo blog do Jamys Gualhardo, em São José de Ribamar.

De acordo com o blogueiro, a herança de cargos envolveu dois ex-vereadores que também concorrerão nas eleições deste ano.

Em um dos casos, segundo o blog e documentos do Diário Oficial, foi montada uma verdadeira arquitetura para manter filho e namorada nos cargos. Já no segundo caso, a substituição foi idêntica a de Presidente Dutra, com substituição da esposa no lugar do marido pré-candidato.

O caso pode complicar a vida dos envolvidos e dos prefeitos Juran, em Presidente Dutra e Eudes Sampaio em São José de Ribamar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *