Prefeitura de Ribamar emite nota confirmando licitação de R$ 448 mil reais para gerenciar o pré-vestibular municipal

Na nota emitida pela prefeitura, sobrou até para o líder do Governo na Câmara, vereador Cristiano, ex-secretário adjunto da Secretaria de Educação em 2016

Através da Assessoria de Comunicação, a Prefeitura de São José de Ribamar enviou nota ao blog Maramais confirmando o que foi dito, que a empresa M. Sampaio dos Santos venceu uma licitação no valor de quase meio milhão de reais.

A Prefeitura também chancelou como verdadeira, a informação postada no blog, de que as aulas seguem suspensas.

Ainda segundo a nota, o cursinho pré-vestibular será gerenciado por 12 meses, e não por seis meses, por tanto, os alunos continuarão tendo aulas mesmo após as provas do Enem.

A nota emitida pela Prefeita também sugere que houve problemas na gestão do Curso pré-vestibular no período em que o vereador Professor Cristiano, ex-Secretário adjunto da Secretaria de Educação do município (em 2016), era responsável pela unidade.

Confira a nota na íntegra

Sobre conteúdo divulgado neste blog, sob o título “Com aulas suspensas, empresa fatura licitação de R$ 448 mil reais para gerenciar pré-vestibular em Ribamar”, a Prefeitura esclarece que:

A licitação aconteceu e a empresa foi contratada, mas a Prefeitura não pagou nenhum valor à empresa e somente efetuará pagamentos quando o serviço contratado for executado;

O contrato foi celebrado para 12 meses, portanto a média por aluno não passa de R$ 235,00, bem diferente dos 500,00 reais que o blogueiro erroneamente escreveu.

A empresa M. Sampaio já opera o Pré-Vestibular Municipal há muitos anos, desmitificando assim o que o blog tenta insinuar, da coincidência do sobrenome do empresário com o do prefeito;

As aulas estão suspensas e a prestação dos serviços só iniciarão quando tudo voltar ao normal. O fato da Administração, fazer licitação e assinar o contrato, não significa que vai realizar pagamentos sem o funcionamento das atividades contratadas;

Diferente de como é feito em outros municípios na modalidade privada, a exemplo do citado, São Luís, a Prefeitura não paga por aluno, mas pela logística de funcionamento do Pré-Vestibular;

O Pré-Vestibular Municipal tem prestado um grande serviço à juventude ribamarense. Milhares de alunos da rede pública de ensino conseguiram entrar nas universidades, egressos desse equipamento público tão importante;

Hoje, a realidade é outra. Em 2016, ficaram atrasados 7 meses de pagamento dos serviços do Pré-Vestibular, demonstrando o desapreço daquela gestão com essa política pública tão importante para o jovem ribamarense.

Por fim, a Prefeitura volta a refutar as inverdades ou interpretações duvidosas de atos da Administração Municipal postadas neste ou em outros blogs e meios de comunicação.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São José de Ribamar 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *