Coronavírus: Prefeito de Santa Rita manda abrir comércios do município

A medida contraria Decreto Estadual e recomendação do Procurador Geral da Justiça e pode contribuir com a proliferação do vírus no município.

Contrariando o decreto assinado pelo governador Flávio Dino (PCdoB), que suspendeu por 15 dias todas as atividades não essenciais em todo o Estado e a recomendação do Procurador Geral da Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, parece não estar muito preocupado com a saúde da população local.

Hilton editou na última sexta-feira (27), o Decreto Municipal nº 13/2020 que autoriza a abertura do comércio local. Na medida, o prefeito determina a abertura imediata de igrejas, lanchonetes e restaurantes, lotéricas, empresas de segurança privada, de internet, mercearias, loja de material de construção, loja de roupas e eletrodomésticos, madeireiras, lava-jatos, restaurantes e lanchonetes entre outros.

No decreto, o prefeito diz que punirá qualquer cidadão que disseminar fakenews sobre coronavírus, mas esquece que está tomando medidas para contribuir com a proliferação do vírus no município.

Santa Rita é considerada uma cidade de ato risco, por ser cortada pela BR-135, rodovia que recebe caminhoneiros de todos os Estados Brasileiros, principalmente do de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia, onde estão os principais casos do coronavírus.

Confira o decreto municipal aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *