Programa de TV de Duarte Júnior já tem data para sair do ar

O pré-candidato a prefeito de São Luís, Duarte Júnior (PCdoB) divulgou nesta segunda-feira (07), em suas redes sociais, que estreará o Programa Cidade de Direitos.

De acordo com o deputado estadual, a intenção é dialogar sobre São Luís e garantir mais direitos.

No entanto, a medida parece um reforço a sua pré-campanha, já que segundo pesquisa do Instituto Prever, Duarte teria caído nas intenções de votos e já estaria em terceiro lugar, ficando atrás de Welington do Curso (PSDB).

Intenso usuário de redes sociais e contabilizando mais de 90 mil seguidores, o programa do ex-presidente do Procon ainda nem estreou e já tem data para sair do ar.

De acordo com a legislação eleitoral, apresentadores ou comentaristas de programas de TV ou Rádio, devem se afastar 3 meses antes do pleito, ou seja, até o dia 01 de julho de 2020.

Neste caso, Duarte Júnior deverá deixar o quadro Cidade de Direitos, que será apresentado dentro do Programa VDR – Voz das Ruas, do jornalista Sérgio Muríllo para evitar multa que varia entre R$ 21 mil a R$ 106 mil, além do cancelamento de registro de candidatura.

O Programa, anunciado com trailer Global, será transmitido pela TV Guará, o que, segundo outro dado da Pesquisa Prever, deve frustrar as expectativas de Duarte.

No levantamento feito em agosto, apenas 0,5% do eleitorado da capital assiste a TV Guará. Esse número é ainda pior, já que 67% dos eleitores de Duarte Jr dizem assistir à TV Mirante.

Duarte na cola de Yglésio

Considerado por muitos como polêmico e midiático, Duarte tem explorado todos os meios de comunicação: Redes sociais, outdoor, busdoor, rádio, e agora, exatamente como faz o pré-candidato Yglésio, terá o seu quadro na TV.

Se confirmados os dados da pesquisa, a nova empreitada não trará muitos resultados, basta ver os números de Yglésio.

Bandidos na TV

A relação de sucesso entre um político e um programa de TV pode dar muito certo nas urnas, a exemplo do polêmico caso do deputado estadual do Amazonas, Wallace Souza, que inspirou a série Bandidos na TV, disponibilizado pelo NetFlix.

Após sofrer derrota na eleição municipal de 1996, quando concorreu a uma vaga de vereador em Manaus, o ex-policial estreou na TV com o Programa Canal Livre.

Dois anos depois de sofrer derrota nas urnas e ir para TV, Wallace se tornaria o deputado estadual mais bem votado em 1998, fato que se repetiu em 2002 e 2006.

No entanto, a partir de 2008, o castelo de Wallace passou a se desmoronar

Celso Russomanno

Outro político que também usou e abusou da relação consumidor/TV nos últimos anos foi o apresentador Celso Russomanno.

Conhecido por defender o direito do consumidor, em 2016, o apresentador, que começou muito bem, terminou em terceiro lugar na corrida pela prefeitura de São Paulo. Naquele ano, Russomano contabilizou pouco mais de 789 mil votos, ficando com 13% dos votos.

Em 2018, apesar de ter sido o terceiro deputado federal mais bem votado, Celso Russomanno viu seu eleitorado despencar de 1,5 milhão em 2014, para pouco mais de 500 mil em 2018.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *