Deputado Júnior Lourenço, prefeito e vereadores de Miranda do Norte solicitam aumento do efetivo da PM

Com o período das férias, a onda de furtos e roubos tem crescido em Miranda do Norte, há 130 km da capital, São Luís. Os celulares tem sido a preferência dos ladrões, aterrorizando a população. Grupos criminosos estão assaltando na cidade e disputando território. Preocupado com a situação o prefeito Eduardo Belfort, junto com alguns vereadores, foram até o deputado federal Júnior Lourenço (PL),  pedir uma audiência com o secretário de segurança pública do Maranhão, Jeferson Portela, solicitando que seja intensificado o patrulhamento na região de Miranda e o aumento do efetivo de policiais nas ruas, além de aparelhar e reformar a delegacia da cidade que está sem condições de atendimento a quem precisa registrar boletim de ocorrência.

“Não podemos permitir que nosso povo tenha medo de sair de suas casas, nos preocupamos com a segurança dos mirandenses, fui até ao secretário Jeferson Portela que nos atendeu de prontidão e pedi uma atenção redobrada para nossa região. Não podemos deixar o cidadão trancado, enquanto os bandidos agem livremente, e nosso prefeito Negão e os vereadores estão empenhados para que o clima de tranquilidade volte a reinar em Miranda”, destacou o deputado. A comitiva de Miranda ainda se reuniu com o delegado regional Samuel Morita e o Major Jovan Sampaio Vieira comandante do 23• batalhão em São Mateus que compreende Miranda do Norte para reforçar as operações no município. “Logo que terminou a reunião com o deputado e o prefeito, destaquei os policiais que estão na cidade desde quinta feira realizando Blitz e operações, onde já apreendemos armas brancas, drogas e motos irregulares e suspeitas” ressaltou o comandante.

A reunião com a cúpula da segurança aconteceu na quinta feira, 01 de agosto. “Recebi o deputado Júnior Lourenço e o prefeito Eduardo de Miranda em meu gabinete, ouvi atento e preocupado com os últimos acontecimentos na cidade e determinei a imediata intensificação de nosso patrulhamento na região”, finalizou o secretário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *