Em Ribamar, 29 candidatos iniciarão campanha para eleição do Conselho Tutelar

A partir do dia 07 de agosto, os 29 candidatos aptos a disputarem a eleição do Conselho Tutelar de São José de Ribamar estão liberados a iniciarem suas campanhas. O processo será realizado para preencher as 10 vagas de titulares disponíveis nos dois conselhos que existem na cidade balneária.

Dos 38 candidatos que realizaram a prova, 09 não obtiveram pontuação suficiente e foram reprovados. Os candidatos aptos a realizarem campanha são:

Área 01: ADEMILTON JOSE LIMA SILVA; CARLOS HENRIQUE PEREIRA DA COSTA; DIRANES OLIVEIRA DA CONCEICAO SANTOS; GESSE PINHO PEREIRA; JEYSA NAURA BARBOSA DOS SANTOS; JOCILENE BASTOS DE MATOS; JOSE MARIO TEIXEIRA MENEZES; LAUDENIR PEREIRA NEVES; LUIS HENRIQUE GOMES LEITE JUNIOR; LUIS PAULO SILVA DE SOUSA; MARIA ANGELA COQUEIRO DA SILVA; MARILIA FERNANDA MATOS DA SILVA; NATALIA OLIVEIRA SILVA; NATHATIA VERAS CARVALHO; RANGLEYSON WEYSLEY DIAS DOS SANTOS; SANDRO ROBERTO PAIXAO SILVA; WHERLAILTON GARDEL PEREIRA PONTES.

Área 02: ANA CLAUDIA SERRA LIMA; ANTONIA DA SILVA; ELIJOZELIO GOMES COSTA; ERISMAR CHAGAS LIMA DA SILVA; FRANCILU DE AZEVEDO COSTA; HAROLD COSTA ALBUQUERQUE; JOAO DINIZ MARANHAO; JOSELYTON PINTO GONCALVES; LUSILEIDE DOS REIS FRAZAO; MARCELINO JOSE MORAES DOS SANTOS; MARCUS VINICIUS GARCES PARGA COSTA; MAX SWELL LIMA DA SILVA.

Entre os candidatos, predominam os homens e o salário é de R$ 2.994,00 equivalente a 3 (três) salários mínimos.

O Conselho Tutelar é um órgão autônomo e tem como missão zelar para que os direitos da criança e do adolescente sejam respeitados. Entre suas atribuições está atender e aconselhar os pais ou responsáveis; requisitar serviços públicos nas áreas de saúde, educação, serviço social, previdência, trabalho e segurança. Além disso tem a função de informar ao Ministério Público fatos que constituam infração  administrativa ou penal contra os direitos da criança e adolescentes; encaminhar casos para a autoridade judiciária e assessorar o Poder Executivo municipal na elaboração de políticas públicas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *