Imagem do dia: Pirâmide Financeira do “cigarro”, balança no Península Mall & Offices, em São Luís

Durante todo o dia, a movimentação de possíveis vítimas de mais um golpe financeiro tem sido grande, no entorno do Península Mall & Offices, onde funcionaria o escritório do dono da Pirâmide que prometia pagar 100% de rendimentos em apenas 30 dias.

Ex-empresário do ramo de cigarros, o suposto investidor que responde a vários processos em São Paulo e no Distrito Federal conseguiu atrair centenas de empresários, artistas e jornalistas  desde o inicio do ano, e nos últimos dias, com vários pagamentos em atraso, começou a demonstrar que a Pirâmide Financeira está prestes a quebrar.

A foto acima mostra algumas supostas vitimas, uma delas tem mais de R$ 500 mil nas mãos do ex-empresário de cigarros, e agora, líder da Pirâmide, esperam na porta do edifício pela aparição de PH.

Saiba quem é Pedro Henrique, dono da suposta Pirâmide da PH Participações

Pedro Henrique é ex-empresário do ramo de cigarros, e hoje lidera uma grande Pirâmide Financeira que já pode ter movimentado mais de 50 milhões de reais ilegalmenteEmpresário falido do ramo de cigarros cria Pirâmide Financeira milionária que promete 100% em 1 mês.

O nome da sua antiga empresa de cigarros, SPC Representações de Cigarros, que responde vários processos de execução em São Paulo e no DF, parece um deboche aos “clientes” da Pirâmide Financeira que pode causar um prejuízo milionário a centenas de pessoas no Maranhão._

Pedro Henrique Souza de Sampaio, mais conhecido pela alcunha de PH, ou PH Participações, tem conseguido atrair “investidores” com a promessa de pagar 100% de lucros em apenas um mês. Garantindo que trabalha com investimentos em Forex, Bolsa de Valores, Mercado Imobiliários, dentre outros fundos, o ex-empresário de cigarros tem movimentado milhões de reais ilegalmente com a popular Pirâmide Financeira, crime previsto no código penal brasileiro.

Com uma sala alugada no Península Mall & Offices e um perfil no instagram que dá dicas de investimentos (@phparticipacoes ), o esquema funciona da seguinte forma. O “investidor” entrega  um valor, e em um mês, recebe o dobro. Com um negócio tentador deste, em poucos meses a pirâmide já atraiu empresários, políticos, artistas locais, criminosos e tem iludido muita gente.

Cada vez que o “investidor” vai receber o prometido, PH pede para ele deixar uma parte investida, e trazer mais amigos.

Prestes a ser descoberto pela Policia Federal, o dono da Pirâmide Financeira evita deixar dinheiro em sua conta, já que responde diversas ações judiciais em São Paulo e no Distrito Federal.

Hoje pela manhã, dezenas de pessoas procuravam por PH em seu escritório em São Luis, algumas entraram em contato com o blog para informar do possível golpe.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *