Antes de deixar a prefeitura, Luís Fernando libera uso de carros oficiais de Ribamar para moradores de São Luís

Parece mais uma grande piada de mau gosto do ex-prefeito Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), mas antes de deixar a prefeitura, o ex-gestor editou uma portaria que estabelece normas complementares para uso de veículos oficiais do município de São José de Ribamar.

O documento, que teria tudo para, mesmo tardio, ser um grande acerto do ex-prefeito, é finalizado por um artigo que garante privilégios para os moradores de São Luís, e, mais uma vez, atinge apenas os ribamarenses.

Cobrado nas redes sociais por vários denúncias de funcionários e secretários que são suspeitos de usarem veículos oficiais para fins particulares, como buscar filhos no colégio, ir ao shopping e supermercado, levar a esposa na academia, faculdade e até caso de veículos usados para diversão durante a madrugada, o prefeito resolveu taxar o que é proibido e o que é permitido.

Segundo o documento, é expressamente vedado aos condutores de veículos oficiais:

I – o uso aos sábados, domingos e feriados ou em horário fora do expediente do órgão, exceto as ambulâncias, os da guarda municipal, os da fiscalização da limpeza e da iluminação pública e os usados no cumprimento dos plantões administrativos; II – o uso em qualquer atividade estranha ao serviço institucional, salvo para eventual desempenho de encargos inerentes ao exercício da função pública; III – o uso para deslocamento a estabelecimentos comerciais e congêneres, salvo quando o seu usuário se encontre no estrito desempenho da função pública; IV – o transporte de pessoas não vinculadas aos serviços públicos municipais; V – deslocar-se, no veículo oficial, em horário de almoço, até a residência; VI – o uso para transporte pessoal da repartição pública à sua residência e vice – versa; VII – a guarda de veículos oficiais em garagem residencial, ressalvado o caso de inexistência da referida garagem ou quando a garagem oficial for situada a grande distância da residência do condutor do veículo, casos em que estão condicionados à autorização da SEMPAF; VIII – o uso sob qualquer pretexto para fins particulares.

É exatamente no inciso VII, que o ex-prefeito deu um jeito de liberar o uso para moradores de São Luís, que são a maioria dos secretários e assessores especiais.

Ora, se as residências desses moradores ficam em outro município, longe da garagem oficial, está aí o documento que libera autorização para que continue do mesmo jeito, com dezenas de veículos oficiais se deslocando para São Luís,

O contrato de locação  de veículos para a prefeitura de São José de Ribamar já levou vários milhões dos cofres públicos municipal.

Pelo visto, a farra continua, agora com autorização oficial…

Confira o documento na íntegra aqui.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *