Luís Fernando deve renunciar ao cargo de prefeito até segunda-feira.

Se confirmado, Luís Fernando abandonará o barco ribamarense pela segunda vez.

O prefeito Luís Fernando (PRB) jogou a toalha de vez, e deve anunciar sua renúncia ao cargo de prefeito até segunda-feira, 25.

Enfrentando o maior caos administrativo já vivido em São José de Ribamar, com forte rejeição popular e problemas para todos os lados, Luís Fernando tem tentado cava uma solução para justificar sua renúncia.

De acordo com material distribuído pela assessoria do quase ex-prefeito, ele teria sido convidado por Marcelo Tavares (PSB) para assumir uma secretaria de Estado, informação colocada em cheque por alas da imprensa ligadas ao Palácio dos Leões. “Quem convida e quem anuncia é o governador, e sempre faz isso pelo twitter.” Defendeu um dos jornalistas ligados ao PCdoB.

Se confirmada a saída, será na verdade um grande alivio para o prefeito, que não tem mais nenhuma condição de governar a terceira maior cidade do Estado.

Enfrentando protestos diariamente, Luís Fernando já foi flagrado batendo boca com populares em bairros ribamarenses, e desde então caiu em desgraça com a população.

Desde outubro, quando perdeu o apoio da maioria dos vereadores do município, tem caído em decadência, e começou o ano de 2019 enfrentando protesto todo dia santo e todo santo dia.

Caso o governador Flávio Dino (PCdoB), confirme Luís Fernando como seu auxiliar (leia-se subordinado), será um prêmio do destino ao comunista, que, apenas com a força popular, derrotou Luís Fernando e a família Sarney quando ainda contava com os poderes do Leão.

Com a saída de Luís Fernando da prefeitura, assume o vice-prefeito, Eudes Sampaio (PTB).

Mario Garcês

Só acho que o jornalismo tem q ser imparcial. Não acredito nessa materia. A meu ver é tendenciosa pela forma do texto. Bem que eu gostaria q fosse verdade, a saída do prefeito.

Ana Sousa

Funcionário da secretaria da juventude usa o carro que era pra está a disposição de assuntos ligados a secretária como carro de passeio
O mesmo fica com esse funcionário o tempo todo inclusive ao fins de semana para uso pessoal se diz evangélico e voce pode comprovar pois moro nas proximidades da igreja que o mesmo frequenta e o carro fica estacionado todos os sábados e domingos isso sim é uma vergonha para a gestão que faz vista grossa e ainda por cima comentam que nem carteira de habilitação o mesmo não tem o que coloca a vida de outras pessoas em risco.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *